No maior palco do futebol mineiro, Belo Horizonte receberá mais uma vez a Seleção Brasileira. Pela 16° rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar, o Brasil enfrentará o Paraguai, nesta terça-feira (1), às 21h30, no Mineirão.
 
O estádio já foi palco de duelos da Seleção 27 vezes, desde 1965. Foram 18 vitórias, seis empates e apenas três derrotas.
 
A última vez que a equipe canarinho duelou no Mineirão foi com a Argentina, em julho de 2019, quando venceu por 2 a 0. No Gigante da Pampulha, a maior goleada brasileira foi sobre a Venezuela, por 6 a 0, em 1975. Já a maior derrota sofrida foi o massacre para a Alemanha, por 7 a 1, em 2014. 

Eliminatórias

Invicta nas Eliminatórias da Copa do Mundo há 31 jogos (foram 24 vitórias e sete empates), o time canarinho já está classificado para a Copa do Mundo. São 36 pontos que significam a liderança na tabela e quatro à frente da Argentina, a atual vice-líder. 

Em contrapartida, seu adversário, o Paraguai, não tem mais chances de se classificar. A equipe não faz uma campanha satisfatória, soma 13 pontos e está à frente apenas da Venezuela. 
 
A última vez que Brasil e Paraguai se enfrentaram foi no dia 8 de junho de 2021, em Assunção. Naquela ocasião, o combinado verde-amarelo saiu vitorioso por 2 a 0, com gols de Paquetá e Neymar. 

Nesta terça-feira, sem o camisa 10, Tite poderá contar com outros nomes que tem se destacado e, ainda, utilizar jogadores reservas. Apenas Emerson Royal e Éder Militão são inviáveis, pois cumprirão suspensão automática.

No elenco, não há atleta de times mineiros. Arana, lateral-esquerdo do Atlético, convocado outras vezes, não foi chamado pelo treinador, que justificou dizendo que o ala não estava com as condições físicas adequadas, uma vez que voltava do período de férias.