A preleção de Paulo Pezzolano para a estreia do Campeonato Mineiro sintetizou aquilo que o treinador anseia dos atletas do Cruzeiro em todas as partidas da temporada. "Errar, todos podemos errar, está dentro do jogo, é futebol. Mas deixar de correr, nunca. Se alguém estiver cansado no momento, olhe para o escudo e siga correndo mais. Ninguém vai correr mais do que nós", disse o uruguaio a cada um de seus comandados, minutos antes de entrar em campo diante da URT.

Palavras que ele espera que sirvam novamente como “fio condutor” aos celestes contra o Athletic, neste domingo (30), às 11h, no Joaquim Portugal, em São João del-Rei, pela segunda rodada do Estadual.

Para o próximo duelo, inclusive, alguns atletas ausentes na vitória por 3 a 0 sobre a URT vão precisar incorporar esse espírito. São os casos do goleiro Rafael Cabral e do zagueiro Sidnei, que tiveram seus nomes publicados no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) na última quarta.

Cruzeiro

Adversário

Cruzeiro e Athletic se enfrentaram apenas uma vez na história. No dia 14 de março de 2021, o time estrelado levou a melhor por 1 a 0, no Mineirão, com gol do centroavante Marcelo Moreno, pelo Campeonato Mineiro.

Na edição deste ano, a equipe alvinegra debutou com triunfo, por 1 a 0, em cima do Uberlândia, no Parque do Sabiá, na última quarta-feira.

Em sua primeira partida na condição de visitante, o Cruzeiro vai tentar, no mínimo, manter o nível da estreia. E Pezzolano estará lá novamente para exigir que os jogadores “deixem tudo no campo”.

Leia mais:
Maicon é registrado no BID, e Vinícius Popó rescinde com o Cruzeiro
Bidu relata a origem do apelido e os motivos que o levaram a acertar com o Cruzeiro

Com treinos na Toca II e no Mineirão, Seleção Brasileira está em BH para enfrentar o Paraguai