Novo reforço do Cruzeiro, o lateral-esquerdo Matheus Bidu foi apresentado nesta sexta-feira (28), na Toca II. Em várias ocasiões durante sua entrevista coletiva, o jogador disse estar à disposição do técnico Paulo Pezzolano.

Além disso, o atleta contou a origem do apelido e o porquê da opção de utilizar apenas “Bidu” nas costas da camisa que vai utilizar pela Raposa.

“A origem do meu apelido vem do meu pai, e é bem engraçada a história. Quando ele ainda era muito pequeno, minha tia-avó colocou esse apelido (Bidu) nele, por conta do cachorrinho. Como eu o acompanhava quando ele jogava bola, começaram a me chamar de Biduzinho. Fui crescendo e levando apelido comigo. Em diversos lugares onde eu passava, tinha bastante ‘Matheus’, e eu optei por deixar o apelido para ter um diferencial”, explicou.

Cruzeiro

Escolha

O jogador chegou ao Cruzeiro, por empréstimo junto ao Guarani, e permanecerá nos celestes até o fim de 2022. Ele foi oficializado em 25 de janeiro, 21 dias depois do início da pré-temporada da Raposa. “Eu vinha treinando (no Guarani), me apresentei e já treinei com a equipe. Estou muito ansioso e, se precisar, estarei à disposição”, relatou.

Antes de fechar com o Cruzeiro, Bidu estava sendo especulado por outros clubes da Série B e também da Primeira Divisão. Para ele, a escolha pela agremiação mineira não foi difícil. “É um clube de muita história, isso ninguém pode negar. Essa foi uma das situações que pesaram bastante”, destacou.

Disputa

O lateral disputará a posição com Matheus Pereira e Rafael Santos. “Venho com muito respeito aos meus companheiros de equipe, estou à disposição do meu treinador, mas sempre com respeito”, declarou.

Leia mais:
Prancheta acionada: Pezzolano fará vários testes no início do Mineiro, em busca de 'Cruzeiro ideal'
Com treinos na Toca II e no Mineirão, Seleção Brasileira está em BH para enfrentar o Paraguai
Edu se emociona com presença do irmão no Horto: 'só minha família e Deus sabem o que passei'