Cruzeiro

Artilheiro da última Série B, Edu é um dos reforços que podem estrear pelo Cruzeiro diante da URT

Desde que Ronaldo assinou a intenção de compra de 90% das ações do Cruzeiro SAF, em 18 de dezembro, o torcedor da equipe celeste aguarda por uma mudança de perspectiva na Toca da Raposa. A nova gestão já foi iniciada. Nesta quarta-feira (26), será a vez de ver as primeiras mudanças em campo.

Na estreia cruzeirense no Campeonato Mineiro, diante da URT, às 17h, no Independência, sete reforços poderão estar em campo: Filipe Machado, João Paulo, Gabriel Dias, Willian Oliveira, Matheus Silva, Edu e Waguininho. Todos eles foram regularizados e já podem defender a Raposa.

Em contrapartida, o torcedor terá de aguardar um pouco mais para ver mais novidades. O goleiro Rafael Cabral e o zagueiro Sidnei não foram incluídos no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e não podem enfrentar a equipe de Patos de Minas.

O técnico Paulo Pezzolano também não foi regularizado a tempo da estreia do time celeste em 2022. Assim, ele somente poderá participar do jogo desta quarta-feira se for inscrito como assistente, enquanto outro profissional do clube que já esteja regularizado assuma a posição de treinador.

O zagueiro Maicon e o volante Pedro Castro foram outros dois reforços do Cruzeiro para esta temporada que ainda não foram incluídos no BID. Porém, eles já não enfrentariam a URT por estarem com Covid-19. Além deles, também testaram positivo o lateral-esquerdo Matheus Pereira e o volante Adriano.

Anunciado pelo Cruzeiro como reforço nessa terça-feira, o lateral-esquerdo Bidu também não está regularizado.

O time mais provável da Raposa para a estreia no Estadual é formado por: Denivys; Rômulo, Mateus Silva, Eduardo Brock (Paulo) e Rafael Santos; Lucas Ventura, Giovanni (Willian Oliveira ou Filipe Machado) e Marco Antônio; Waguininho, Thiago e Vitor Leque.