Além de Atlético x Tombense, em 29 de janeiro, o duelo Cruzeiro x URT, no dia 26 do mesmo mês, não poderá ser realizado no Mineirão. O gramado do Gigante da Pampulha será preservado para o confronto da Seleção Brasileira diante do Paraguai, no dia 1º fevereiro, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo.

De acordo com a Federação Mineira de Futebol (FMF), esses dois jogos válidos pelo Campeonato Mineiro deverão ocorrer no Independência.

Em contato com a reportagem, o Cruzeiro relatou, por meio de sua assessoria, que pediu uma "revisão" por parte da FMF e está aguardando o posicionamento da entidade. O clube espera ter uma definição com relação a essa questão até esta quarta-feira (19) para definir seu mando de campo.

No último dia 12, a Raposa divulgou que todos os sócios-torcedores ganharão ingresso para os dois primeiros duelos em que o time for mandante no Mineiro. A mudança de local contra a URT pode impactar essa situação, uma vez que o clube tem atualmente mais de 25 mil associados. O Independência comporta cerca de 23 mil pessoas.

Isso sem contar a possibilidade de os embates do Estadual terem liberação de só 30% dos torcedores, decisão que pode sair em reunião entre o Governo Estadual e a FMF nesta quarta-feira.

Leia mais:
Cruzeiro enfrentará time comandado pelo ídolo Alex, nas quartas de finais da Copinha
Sóbis relembra dia em que não quis rebaixar o Inter, pelo Cruzeiro: 'o Mano Menezes me xingou'
Rafael Cabral realiza seu primeiro treino pelo Cruzeiro: 'estou realmente feliz e empolgado'