Antonio “El Turco” Mohamed, novo técnico do Atlético, além de ser conhecido no futebol mexicano pelos títulos alcançados, também é exaltado por cumprir uma promessa para seu filho, morto em um acidente. Em 2019, a frente do Monterrey, foi campeão do Apertura do Campeonato Mexicano, voto feito desde os tempos em que a criança lutava pela vida. 

Farid morreu em 2006, aos 9 anos, em um acidente de carro. O garoto estava na Alemanha, com Mohamed e familiares, para realizar seu sonho de ver a Argentina, seu país, disputar uma Copa do Mundo. A seleção perdeu, e a viagem foi encerrada. A caminho do aeroporto de Frankfurt, o carro em que estava foi atingido por outro, e após quatro dias hospitalizado, não resistiu e faleceu.

Mohamed e FaridMohamed e seu filho Farid dividiam a mesma paixão pelo futebol.

O menino acompanhava o Monterrey, time em Mohamed foi jogador entre 1998 e 2000. Com a morte de Farid, o treinador prometeu fazer o time ser campeão da Primeira Divisão do Campeonato Mexicano, dever cumprido sobre o América do México, em uma disputa de pênaltis. 

A final mexicana de 2019 foi disputada em dois jogos. No primeiro, o Monterrey venceu em casa, por 2 a 1. No segundo, perdeu pelo mesmo placar. Dessa forma, a decisão foi para os pênaltis, e a equipe de Mohamed venceu por 4 a 2. 

Nas filmagens, é possível ver El Turco muito emocionado com o feito e agarrado a um terço, objeto em que sempre levava consigo para o campo. Segundo ele, era uma forma de estar mais próximo do filho.

Leia mais:

Saga do treinador: dos 'dez dias' de Jorge Jesus à consolidação do 'plano D'