Contra as expectativas de atleticanos, nenhum jogador do Galo foi chamado por Tite para os dois próximos embates da Seleção Brasileira nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo, contra Equador, em Quito, dia 27 de janeiro, e Paraguai, no Mineirão, em Belo Horizonte, em 1º de fevereiro, em duelos válidos, respectivamente, pela 15ª e 16ª rodadas.

Nem mesmo o lateral-esquerdo Guilherme Arana, nome frequente nas listas do treinador, foi convocado para esses confrontos. Em suma, nenhum atleta do Alvinegro, atual campeão brasileiro e da Copa do Brasil, estará presente na partida no Gigante da Pampulha, diante da torcida mineira.

"O Arana poderia estar, mas não teve ainda trabalhos específicos de treinamento", declarou Tite, referindo-se ao fato de que o Atlético só se reapresentará nesta segunda-feira (17).

Vacina

Outro atleta da posição que não foi convocado, mas por outro motivo, é Renan Lodi. "Ele não poderia entrar no Equador, teve a primeira dose da vacina (contra a Covid) no dia 10. Não estaria apto de estar com a delegação. Respeitamos as leis deste país. Diferentemente do que aconteceu quando a Argentina veio e entrou com atletas sem autorização", disse o treinador da Seleção.. 

Já classificado para a Copa do Mundo, o Brasil é líder das Eliminatórias Sul-Americanas, com 35 pontos, seis a mais que a Argentina, segunda colocada.

Neymar, sem jogar desde o dia 28 de novembro, por conta de lesão no tornozelo esquerdo, ficou fora da lista.

Confira abaixo a lista de 26 convocados por Tite

Goleiros
Alisson (Liverpool)
Ederson (Manchester City)
Weverton (Palmeiras)

Laterais
Emerson (Tottenham)
Dani Alves (Barcelona)
Alex Sandro (Juventus)
Alex Telles (Manchester United)

Zagueiros
Eder Militão (Real Madrid)
Gabriel Magalhães (Arsenal)
Marquinhos (PSG)
Thiago Silva (Chelsea)

Meio-campistas
Bruno Guimarães (Lyon)
Casemiro (Real Madrid)
Fabinho (Liverpool)
Fred (Manchester United)
Gerson (Olympique de Marseille)
Everton Ribeiro (Flamengo)
Lucas Paquetá (Lyon)
Philippe Coutinho (Aston Villa)

Atacantes
Antony (Ajax)
Gabriel Barbosa (Flamengo)
Gabriel Jesus (Manchester City)
Matheus Cunha (Atlético de Madrid)
Raphinha (Leeds)
Rodrygo (Real Madrid)
Vinicius Jr (Real Madrid)

Leia mais:
Saga do treinador: dos 'dez dias' de Jorge Jesus à consolidação do 'plano D'
Multicampeão no futebol europeu, Godín terá nova chance de levar a Libertadores após 15 anos