A diretoria do Atlético pediu “calma” à Massa, prometendo apresentar “boas novas” na semana que vem. O clube ainda busca um treinador e espera apresentar novos reforços. Até porque, será necessário repor as saídas do zagueiro Alonso, negociado ao Krasnodar, da Rússia, e do atacante Diego Costa. Mas há outro setor que também vai merecer atenção do clube.

Embora não tenha perdido nenhum titular de seu meio de campo – seguem nos planos da equipe alvinegra Jair, Allan, Zaracho e Nacho (este último perdeu um lugar entre os 11 iniciais na reta final da temporada passada, mas é um dos principais atletas do elenco) –, o banco de reservas vem sofrendo baixas. Depois de Alan Franco e Nathan, outros jogadores devem deixar o Galo.

Após a negativa do Coritiba, Hyoran encaminha sua transferência para o Red Bull Bragantino, por empréstimo. Caso a transação seja concretizada, o time de Bragança Paulista terá que arcar com o salário integral do meia. O mesmo acontece com o Fluminense em relação a Nathan e o Charlotte FC, dos Estados Unidos, a Alan Franco.

Atlético

Outros atletas também podem sair. Dylan Borrero vem sendo alvo de alguns clubes, mas apenas sondagens apareceram. O Athletico-PR foi um dos times que demonstraram interesse no colombiano.

Já Tchê Tchê, emprestado pelo São Paulo, tem contrato até 31 de maio deste ano. Até agora, o Atlético não manifestou desejo de contratar o atleta em definitivo.

O certo é que a diretoria está atenta a essas situações e espera preencher algumas lacunas o quanto antes. Porém, de forma criteriosa. Pelo menos, essa é a promessa.

Leia mais:
Rodrigo Caetano completa um ano como diretor do Atlético e é questionado nas redes sociais
Após acordo com Atlético, Krasnodar, da Rússia, anuncia compra de Junior Alonso
Sem novas contratações para 2022, Atlético posta nota para tranquilizar a Massa