Cruzeiro

Jailson havia sido anunciado como reforço em dezembro, mas nova direção do Cruzeiro desfez o acordo

Anunciado em 13 de dezembro como reforço do Cruzeiro para a temporada 2022, Jailson não defenderá o time celeste. A nova diretoria do clube, encabeçada por Ronaldo, não chegou a um acordo com o goleiro.

Jailson, de 40 anos, havia sido contratado pela Raposa enquanto Alexandre Mattos liderava as negociações para reforçar a equipe em 2022. O goleiro havia deixado o Palmeiras e estava livre no mercado.

No entanto, com a assinatura de intenção de compra da Sociedade Anônima do Futebol (SAF), Ronaldo decidiu rever os acordos que haviam sido feitos pela gestão anterior. Novas propostas salariais foram feitas para readequar os vencimentos à realidade financeira do clube, que convive com grave crise financeira.

Sem Jailson e Fábio, que foi dispensado pelos dirigentes da SAF nessa quarta-feira (5), o Cruzeiro irá ao mercado em busca de novos goleiros. Por enquanto, o técnico Paulo Pezzolano tem apenas Lucas França à disposição.

Terceiro goleiro do Cruzeiro na última temporada, Vinícius não se reapresentou com o restante do elenco, uma vez que a diretoria decidiu que ele não será aproveitado.

Fernando Neto

Outro jogador anunciado em dezembro, o volante Fernando Neto ainda não tem o futuro definido. Entretanto, a tendência é de que ele também não permaneça na Raposa e seu acordo com o Cruzeiro seja desfeito.

Leia mais:
Torcedores do Cruzeiro protestam na Praça 7 contra a saída do goleiro Fábio