Atlético

Com Alonso e Nathan Silva juntos, Atlético não sofreu gols em mais da metade dos jogos na temporada 2021

Capitão do Atlético nos títulos do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil, Junior Alonso está a caminho do Krasnodar, da Rússia. A negociação envolve mais de US$ 8,2 milhões, o equivalente a R$ 46,6 milhões. Assim, o clube alvinegro embolsará 33% da meta de R$ 140 milhões em vendas para 2022. Enquanto comemora o ganho financeiro, o Galo se prepara para lidar com a perda técnica.

O companheiro de zaga de Alonso também pode deixar o Atlético nesta janela. Nathan Silva tem propostas de clubes italianos e tende a ser o segundo campeão brasileiro vendido pelo clube. Com ele e o capitão em campo, a equipe perdeu apenas duas vezes em 26 partidas disputadas ao longo de 2021. Os reveses foram diante de Atlético-GO e Flamengo, ambos no Brasileirão. 

Com Alonso e Nathan Silva juntos em campo, o Galo somou 71,7% dos pontos disputados. Foram 17 gols sofridos, o que representa uma média de 0,65 gol por jogo. Em 14 dessas partidas, a defesa atleticana não foi vazada.

Nathan não pôde jogar a Copa do Brasil, por já ter atuado no torneio enquanto defendia o Atletico-GO. Na Libertadores, a dupla ficou invicta em suas seis apresentações, tendo sofrido apenas um gol, diante do Palmeiras, no Mineirão. Aquela partida ficou marcada pela falha do camisa 40, que acabou levando à eliminação do time alvinegro nas semifinais.

Já no Brasileirão, a parceria foi um dos principais fatores que levaram o Galo a ter a defesa menos vazada da competição. Em nove de 20 jogos com eles em campo, os adversários não balançaram as redes. Além disso, com Alonso e Nathan Silva juntos, foram apenas 16 gols sofridos, de um total de 34 no torneio.

Reposição

Diante da iminente saída de Junior Alonso, o Atlético já se prepara para repor a perda de seu capitão. O zagueiro pretendido pela diretoria do clube alvinegro é o uruguaio Diego Godín, que completará 36 anos em fevereiro.

Ele tem contrato com o Cagliari, da Itália, até junho de 2023. Assim, o Galo espera que Godín consiga rescindir seu vínculo com o clube italiano para avançar nas negociações com o jogador da seleção uruguaia.