Mais de R$ 232 mil. Este é o valor a ser pago por Atlético e Cruzeiro, juntos, ao Mineirão, em função de depredações causadas por seus torcedores no estádio nesta temporada. O balanço foi divulgado pela Minas Arena, concessionária que administra o Gigante da Pampulha, nessa quinta-feira (23).

O orçamento leva em conta danos em 17 das 18 partidas liberadas ao público no local neste ano.

Os valores serão divididos da seguinte forma: mais de R$ 184 mil terão que ser pagos pelo Galo, e mais de R$ 48 mil, pela Raposa.

Ainda de acordo com a Minas Arena, 2.026 cadeiras foram quebradas, além de outros tipos de danos.

Mineirão

O único confronto sem depredações no Mineirão no ano foi a final do Mineiro Feminino, entre os arquirrivais.

Leia mais:
Após saída de Alan Franco, Atlético administra situação de jogadores sondados no mercado
Um ano em um mês: dez novidades no Cruzeiro desde o último jogo da temporada 2021
Em entrevista ao HD, Salum fala da expectativa de premiações do América para a temporada 2022