“Não é hora de pensar no poder, é hora de pensar no Cruzeiro”. Foi desta forma que o presidente do clube, Sérgio Santos Rodrigues, nesta sexta-feira (17), enfatizou a votação que visa alterar o estatuto do clube para atender ao mercado investidor. 

O mandatário se mostrou entusiasmado com a possibilidade de aumentar o percentual de divisão societária da SAF. “Estou perguntando e ligando para as pessoas, e até agora ninguém me falou um ‘não’. Então, estou torcendo para que a gente tenha 90, 95% de aprovação”, disse Sérgio.

Para ele, o aumento das ações para os investidores é o que precisa ser feito para a reestruturação do Cruzeiro. “O mercado sinalizou que precisa disso para que a gente tenha um aporte de dinheiro para tocar nosso ano e garantir nosso retorno", declarou.

A expectativa de Sérgio é iniciar o Campeonato Mineiro com as situações burocráticas resolvidas. Ele ressalta a agilidade do clube na resolução dos trâmites. “Os passos que nós demos, só o Cruzeiro deu no Brasil”, comentou. 

Cruzeiro

O presidente ainda afirmou que ações estão em andamento. “Estamos fazendo um trabalho com a Alvarez & Marsal (A&M), que é a maior empresa do mundo em redução de despesas, aumento de recursos e realocação de dívidas. Não poderíamos estar melhor assessorados. Vamos montar e apresentar um plano as justiças do Trabalho e Comum”, explicou Sérgio.

Leia mais:
Votação no Barro Preto: ‘oportunidades vão aparecer de forma mais veemente’, diz Sérgio Rodrigues
Atlético e América sobem no Ranking Nacional de Clubes da CBF; Cruzeiro perde posições