Atlético

Réver e Junior Alonso ergueram a taça da Copa do Brasil, assim como haviam feito no Brasileirão

A noite do dia 15 de dezembro ficará marcada como mais um dos históricos capítulos escritos pelo Atlético em 2021. Com uma vitória por 2 a 1 sobre o Athletico-PR, o Galo garantiu o título da Copa do Brasil. Na premiação, a segunda em dez dias – em 5 de dezembro foi a do Brasileirão –, muita festa de jogadores, comissão técnica, diretoria e centenas de torcedores alvinegros em Curitiba. 

Enquanto aguardava o momento de erguer o troféu, a maioria dos jogadores fez questão de passar pelo pódio, fazer um carinho e beijar a taça. Durante a cerimônia, Hulk, artilheiro da competição, com oito gols, ganhou os troféus de goleador máximo e de melhor jogador do torneio.

Festa com a torcida 

Logo após erguer o troféu, o elenco do Galo correu para vibrar mais perto do torcedor alvinegro, que lotou o setor destinado aos visitantes na Arena da Baixada. 

E o carinho foi retribuído pelos atleticanos que, sem arredarem o pé do estádio, cantaram o nome da maior parte dos jogadores. Foi a coroação de dias intensos e marcantes para uma torcida que compareceu em bom número e coloriu um pedacinho de Curitiba de preto e branco.

Leia mais:
Tríplice Coroa? Tchê Tchê diz que jogadores do Galo foram orientados a falar 'Triplete Alvinegro'