Nome: Eduardo Jesús Vargas Rojas. Clube: Atlético. Maior vítima com a camisa do Galo: Athletico-PR. Em 2020 e 2021, o chileno construiu uma fama de algoz do Furacão, adversário do Alvinegro nesta quarta-feira (15), às 21h30, na Arena da Baixada, pela partida de volta da decisão da Copa do Brasil.

Das três vezes em que entrou em campo diante do Rubro-Negro, atuando pelo time mineiro, Vargas balançou as redes em todas.

A “freguesia” começou em 12 de dezembro de 2020, quando o chileno anotou o gol do triunfo do Galo por 1 a 0, em Curitiba. Em 1º de agosto deste ano, ele voltou a decidir, desta vez nos 2 a 0 para cima do Furacão, no Mineirão. Esses confrontos foram válidos pelo Brasileirão.

Atlético

O capítulo mais recente dessa história se deu no último domingo (12), na goleada por 4 a 0, no Gigante da Pampulha, no primeiro embate da final da Copa do Brasil. Na ocasião, Vargas marcou dois gols.

Em sua trajetória pelo Atlético, o camisa 10 soma 15 gols, sendo quatro tentos sobre o Furacão, conferindo ao Athletico-PR o posto de time mais vazado pelo atacante no Galo. Nesta quarta, Vargas vai tentar manter essa tradição.

Leia mais:
Atleticanos são ameaçados por torcedores do Furacão na Arena da Baixada
Torcedores se 'infiltram' em hotel onde o Galo está hospedado e fazem a festa com o elenco