América

Quarto maior artilheiro do Campeonato Brasileiro, com 13 gols, o atacante Ademir, do América, espera brilhar novamente em 2022, agora com outra camisa, a do Atlético. Foi o que ele enfatizou em entrevista ao Globo Esporte, nesta sexta-feira (10).

“Espero que seja igual ou melhor ao que foi esta temporada. Tenho sede de evolução. Quero continuar evoluindo para colher frutos abençoados na minha carreira”, disse o Fumacinha, um dos reforços do Galo para o ano que vem.

O atacante encerrou seu ciclo no Coelho em alto nível, anotando os dois gols no triunfo por 2 a 0 em cima do São Paulo, nessa quinta-feira (9), que selaram a classificação do clube alviverde à Copa Libertadores.

“Compramos a ideia de que poderíamos alçar voos maiores. Foi um passo de cada vez. Fomos conquistando os objetivos. O professor Marquinhos (Santos) sempre dizia para a gente: ‘jogo após jogo’. Era buscar primeiramente a permanência e depois coisas maiores. Fomos acreditando, corremos atrás e fizemos por merecer”, comentou o velocista.

Na artilharia da Série A, Ademir ficou atrás somente de Hulk (19 gols), do Atlético, Gilberto (15), do Bahia, e Michael (14), do Flamengo.

Leia mais:
Herói de classificação histórica, Ademir dá adeus ao Coelho com chave de ouro: 'dever cumprido'
Atlético abre venda de ingressos adicionais para final da Copa do Brasil
Réver e Zaracho entram pendurados para o jogo de ida da final da Copa do Brasil