O Coimbra, de Contagem, e o Benfica, de Portugal, firmaram um acordo de parceria técnica, na última terça-feira (7), em Lisboa. O anúncio oficial foi feito nesta quinta (9). O principal objetivo desse vínculo é a formação de jovens atletas no Brasil. O clube português, inclusive, terá uma comissão técnica fixa trabalhando in loco com o time mineiro.

O acordo vai durar, inicialmente, sete anos, e a Águia já contará com equipes sub-15 e sub-17 a partir de 2022. 

Em nota oficial em seu site, o Benfica disse que os próximos passos com o Coimbra são “identificar e recrutar talento a nível nacional; implementar a metodologia de treino Benfica nas várias vertentes que compõem o jogador à Benfica e que sustentam o modelo de desenvolvimento de longo prazo; potenciar o desenvolvimento de jogadores dos escalões sub-15 a sub-20; encontrar as melhores oportunidades para a promoção dos talentos desenvolvidos e expandir a marca Benfica”.

A comissão do Benfica em Contagem já conta com Alfredo Almeida (coordenador) e Marco Almeida (treinador). No início do ano que vem, um novo membro português do corpo técnico chegará ao clube mineiro.

Coimbra

Expectativa

Na solenidade dessa terça, os diretores Ricardo Guimarães, Hissa Elias Moyses e Diego Amaral foram recepcionados pelo presidente do Benfica e ex-jogador Rui Costa e outros membros da cúpula do clube português.

“A oportunidade de ter uma parceria com o Benfica, para nós, é muito importante e relevante. É um clube com expressão mundial e com sucesso na gestão do futebol profissional. E é um clube que investe, e bem, na formação de jovens talentos que se preparam para o futebol. O Benfica tem uma metodologia única, que se diferencia. Ter acesso a essa metodologia é útil, principalmente para ser usada no Brasil, país reconhecido como um seleiro de talentos”, declarou Ricardo Guimarães.

“Não só formar jogadores, mas, sim, atletas e homens. Vê-los ter sucesso, jogar, brilhar e, quem sabe, vestir a camisa do Benfica, ou de outros grandes clubes, são nossos objetivos. Queremos formar muitos jogadores para o futuro”, completou.

Rui Costa também enalteceu essa aliança. “Vai ao encontro do nosso projeto internacional, com parcerias em vários países e com clubes onde possa haver talento. Neste caso, é a abertura de uma porta importante no Brasil, país onde há muito talento. O que vamos fazer é auxiliar o crescimento de formação do Coimbra, estar perto de jovens talentos, desenvolvê-los e poder, futuramente, aproveitar algum deles no nosso clube”, destacou.

Leia mais:
Libertas, já! América encara o São Paulo, em busca de sua primeira disputa em Libertadores
Estação Horto do metrô de BH tem horário estendido para atender ao jogo entre América e São Paulo