Contratado na temporada passada por cerca de R$7 milhões, junto ao Tigres, do México, cercado de expectativas, o atacante Eduardo Vargas vive uma trajetória de altos e baixos com a camisa alvinegra.  

Neste domingo, a estreia do chileno pelo Galo vai completar um ano. No dia 14 de novembro e 2020, Vargas atuou por 89 minutos na vitória por 2 a 1 sobre o Corinthians, na Neo Química Arena, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.  

E o debute do atacante pelo Alvinegro foi com o pé direito. Com uma assistência de calcanhar para Guilherme Arana, o camisa 10 foi preponderante para a virada do time mineiro no placar.  

Entretanto, apesar de uma primeira impressão positiva, Vargas não conseguiu deslanchar com a camisa alvinegra em 2020, sofrendo com críticas de parte da torcida, incomodada com a falta de gols e as atuações discretas de Eduardo.  

Na atual temporada, o atacante viu Hulk e Diego Costa assumirem o protagonismo no ataque do time comandado de Cuca, e tem alternado entre o time titular e o reserva. 

Entretanto, mesmo sem ter lugar cativo no time, o chileno tem conseguido dar sua contribuição, com algumas partidas de destaque.  

A última delas na vitória sobre o América por 1 a 0, no último domingo, pela Série A, em que foi escolhido o melhor em campo por vários veículos de comunicação.  

O bom momento, inclusive, faz que com que sua ausência em dois jogos do Brasileirão, em decorrência da convocação para a seleção chilena para as Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar, seja muito sentida na Cidade do Galo.  

Números 

Adquirido pelo Atlético a pedido do técnico Jorge Sampaoli, entusiasta do futebol do chileno, e então comandante do Galo, Eduardo Vargas soma 53 jogos pelo Galo.  

Na temporada passada, o atacante disputou 16 jogos, sendo 12 como titular. Marcou dois gols e deu uma assistência.  

No ciclo de 2021, Vargas soma 37 jogos, iniciando jogando em 21 deles. Até o momento, acumula dez gols e quatro assistências.  

Ao lado de Zaracho e Nacho Fernández, o chileno é o vice artilheiro do Galo na temporada, atrás apenas de Hulk, que estufou as redes em 27 oportunidades.  

Em relação ao aproveitamento geral, Eduardo Vargas soma 31 vitórias, 14 empates e oito derrotas com a camisa alvinegra, o que gera um aproveitamento de 67,29% dos pontos disputados.  

Números a parte, é fato que, mesmo sem exercer o protagonismo outrora esperado, Vargas tem sido peça importante em um elenco recheado de estrelas, frequentemente testado e exigido, em razão da maratona de jogos.  

Leia mais
Seis jogadores do elenco do Atlético já foram campeões do Brasileirão; saiba quem são eles
Titular nas três últimas partidas, Tchê Tchê pode completar 50 jogos pelo Galo na terça
Contra o Athletico-PR, Galo espera encerrar jejum fora de casa e ficar mais perto do título