Mesmo com sites de probabilidades indicando 96% de chances do Atlético ser campeão brasileiro em 2021, o atacante Hulk segue a premissa de toda equipe do Galo: cada jogo é uma decisão. 

“Poderia ter 99 por cento de chance, não é 100%”, afirma o camisa 7. 

Seguindo o clima de humildade, o atacante destaca a importância do rendimento geral do time alvinegro. Para ele, o individual só se destaca se o coletivo estiver forte, principalmente na reta final do campeonato. 

Mesmo sendo o artilheiro da equipe nesta temporada, com 26 gols, Hulk vive um período de três jogos sem balançar as redes. Para ele, esse fato passa longe de ser um problema. 

“Se você me perguntar se eu trocaria não fazer mais nenhum gol nem assistência em troca do título, eu te diria de olhos fechados que sim. Quero ser campeão com o Atlético”, destacou. 

O próximo jogo nesta quarta-feira contra o Corinthians, no Mineirão, às 19h, marcará o 60° duelo do craque no Galo. Todo este tempo sem lesões e bom rendimento é, segundo ele, fruto de dedicação, responsabilidade e comprometimento. “Procuro me cuidar, me doar o máximo para estar sempre à disposição”.

Essa vontade de estar disponível vem de um objetivo citado a todo momento por Hulk e por toda equipe do Atlético: vencer. Ele destaca que este é um sonho da torcida, que não merece ficar tanto tempo sem ganhar, mas que também é um sonho dos jogadores. 

Confiante na sua história, ele relembra que por onde passou, teve a felicidade de ganhar títulos nacionais e que, desta vez, com o Atlético, não é diferente: “minha vontade sempre foi essa, desde que eu cheguei aqui”.

Leia mais:

Atlético já vendeu 50 mil ingressos para a partida contra o Corinthians nesta quarta-feira
Rodrigo Caetano é suspenso pelo STJD após polêmica que envolveu arbitragem no jogo contra o Santos
Mineirão receberá Cruzeiro e Atlético na final do Campeonato Mineiro Feminino