Presente no jogo que garantiu o título do Módulo II do Mineiro ao Villa Nova, no Castor Cifuentes, o empresário Pedro Lourenço teceu críticas duras à atual diretoria do Cruzeiro, dizendo que o presidente do clube celeste, Sérgio Santos Rodrigues, “não ouve ninguém” e que a atual cúpula de futebol da Raposa “não entende nada de futebol”.

“Tem muita coisa que tem que mudar no Cruzeiro, ficam enrolando, enrolando... Tem que tomar providência agora, porque subir não sobe mais. Terceiro ano na Série B. Incompetência total da gestão do Sérgio Rodrigues, que não ouve a gente. Se não tomar providência, vai ficar o resto da vida na Segundona. Tem que mudar, estruturar, limpar um monte de coisa que está errada, um monte de gente à toa, que não produz nada”, afirmou Lourenço em entrevista à Rádio Itatiaia

Cruzeiro

Pedrinho esteve presente na vitória do Villa sobre o Democrata-GV neste sábado

Ele lamentou os salários atrasados no clube, mesmo depois de ter colaborado financeiramente. “Tem três meses de (salário de) jogador atrasado, de segurança atrasado... Isso não se faz com o ser humano. Está errado. Tem que mudar. (...) Quando foi falado com o Vanderlei, ele exigiu que os salários estivessem em dia. Chegou para mim a conta que era ‘x’. Comprei um patrocínio, para acertar tudo. Isso foi feito. Agora, se pagou lá, eu não posso falar”, comentou.

E disse que terá uma reunião com o técnico Vanderlei Luxemburgo. “Ele (Luxa) quer uma solução, terei um almoço na segunda-feira para alinhar alguma coisa. Mudar a diretoria de futebol, que não entende nada de futebol. Não deveria nem ter passado na Toca da Raposa. O presidente não ouve”, declarou.

Leia mais:
Atacante Vitor Leque vê chance no Cruzeiro como ‘oportunidade única’ na carreira
Villa Nova vence o Democrata-GV, garante o acesso ao Módulo I e conquista título
Justiça intima Fred a pagar R$ 23 milhões ao Atlético por causa da ida para o rival em 2017; entenda