Demorou, mas o meia Claudinho sentiu o gostinho de marcar seu primeiro gol pelo Cruzeiro. Em sua 32ª partida vestindo o uniforme celeste, a 18ª dele na temporada, o jogador deu fim ao jejum ao abrir o placar para a Raposa nessa quinta-feira (16), contra o Operário-PR, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas.

Aos 16 minutos do primeiro tempo, o armador aproveitou o vacilo da defesa do time paranaense e encobriu o goleiro Simão.

No entanto, a felicidade deu lugar à revolta pela marcação de uma penalidade a favor do Operário, seguida pelo tento de empate, anotado por Paulo Sérgio, e anulação do gol de Marcelo Moreno, no último lance do duelo.

Cruzeiro

Em 12° lugar, com 30 pontos, Raposa passa a focar no desafio de domingo (19), às 16h, contra o Vasco, em São Januário.

Leia mais:
Luxemburgo diz que diretoria do Cruzeiro precisa tomar providências após arbitragem polêmica
Presidente do Cruzeiro protesta contra arbitragem e CBF: 'querem impedir a gente de subir'
Em desabafo, Moreno cita drama de Tardelli e reclama da arbitragem: ‘alegria que dura pouco’