As Vingadoras encerraram de forma invicta a campanha no Campeonato Brasileiro Série A2 Feminino, mas não ficaram com o título. Nesta terça-feira (7), no Independência, no jogo de volta da decisão, o Atlético empatou sem gols com o Bragantino, mesmo placar do duelo de ida em Bragança Paulista, e perdeu para as paulistas na disputa de pênaltis, por 4 a 2.

Nas penalidades, o Galo marcou com Cinthia e Cotrim e desperdiçou duas cobranças, com Ilana e Flávia Gil. Nem mesmo a defesa da goleira Amanda, parando Brenda, fez a diferença para as alvinegras. Ray, Lay, Mylena e Ariel converteram para o Bragantino, que abocanhou a taça.

O título não ficou em Belo Horizonte, porém, o primeiro objetivo já havia sido concretizado nas quartas de final, quando o Atlético eliminou o América e conquistou o acesso à elite nacional. A lamentação pela perda do título existe, como também o orgulho de subir para a Primeira Divisão.

Atlético

O jogo

As Vingadoras começaram melhor a partida, dominando o meio-campo, tendo mais volume e sendo mais agressivas no ataque. Em uma das melhores oportunidades, Sofia, aos 4 minutos, obrigou Karol Alves a fazer boa defesa. Depois da primeira parada técnica para hidratação, o Bragantino igualou as ações e construiu algumas jogadas, uma delas com Raquel.

Na segunda etapa, o Massa Bruta iniciou de forma mais compacta. Bem postado atrás, o Atlético não corria tantos riscos. Ofensivamente, o Galo foi ganhando terreno e, com Sofia, acertou o travessão aos 26 minutos, além de ter tido um gol anulado.

Após nova parada para as jogadoras se hidratarem, aos 28, o ritmo diminuiu um pouco, e os pênaltis pareciam inevitáveis. E olha que o Galo ainda teve uma chance aos 49, com Guedes, e novamente Karol salvou o Bragantino. Nos pênaltis, as paulistas se sobressaíram.

Números

A campanha das Vingadoras na competição foi: oito vitórias e cinco empates.