Não foi de todo ruim. Essa foi a percepção do técnico Cuca sobre o empate em 1 a 1 com o Fluminense, na noite desta segunda-feira (23), em São Januário, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Em um cenário mais negativo, pode-se ressaltar que o Galo perdeu a chance de ampliar para oito pontos a vantagem para o Palmeiras na liderança da competição, e de se isolar no topo do ranking dos times que venceram mais partidas seguidas na era dos pontos corridos do Brasileirão, com dez triunfos.

Por outro lado, o Alvinegro conseguiu o empate já na reta final da partida, e, com o revés do Verdão na rodada, ainda assim abriu seis pontos de frente na ponta da tabela.

Em entrevista coletiva após a partida, o comandante do Galo fez questão de valorizar o resultado obtido em São Januário.

“A expectativa (de ampliar a vantagem para oito pontos) também era nossa, mas quando você tem nove vitórias seguidas e depois vem um empate, não é ruim, não. Não é ruim, não. O ruim era perder. Leva-se um ponto que pode ser muito valioso", disse Cuca.

Domínio e chances perdidas

Ainda analisando a partida, o treinador do Atlético contestou o pênalti assinalado pelo árbitro Flávio Rodrigues de Souza. que viu falta de Hulk no zagueiro Luccas Claro, no primeiro tempo do duelo.

"Tivemos bastante finalizações: 16. O Fluminense jogou com as linhas bem baixas, explorando o contra-ataque, a velocidade do Luiz Henrique e do Lucca. Marcaram muito. Lógico que não vai ter tantas oportunidades, ainda mais depois de sair atrás naquele pênalti discutível que o árbitro deu. Sai atrás, tem que ter concentração, paciência, para não apressar o jogo em demasia e não afunilar o jogo, senão você vai gerar contra-ataque para o adversário".

Por fim, o técnico citou o protagonismo do Alvinegro na partida e as possibilidades de gol desperdiçadas.

"Dominamos, controlamos, tivemos a posse de bola absoluta do jogo, criamos as oportunidades. A bola foi na trave duas vezes e não entrou; na terceira, entrou. O adversário teve uma ou duas chances de contra-ataque, o que é natural, porque você está expondo o time. Isso está no preço. Mas o jogo com o Fluminense aqui sempre é difícil. Nós, num dia que não deu para ganhar, levamos embora um ponto".

Atlético e Fluminense vão medir forças novamente, nesta quinta-feira (26), às 21h30, no estádio Nilton Santos, no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil.

Leia mais

Atlético não amplia recorde de vitórias, mas aumenta longa invencibilidade no Campeonato Brasileiro

Atlético busca empate com o Fluminense no fim e aumenta vantagem na ponta do Brasileirão