Próximo adversário do Atlético no Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil, o Fluminense anunciou, na manhã deste sábado (21), a demissão do técnico Roger Machado.

O comandante, que vinha pressionado pela campanha ruim do time na Série A, não resistiu à eliminação nas quartas de final da Copa Libertadores, para o Barcelona de Guayaquil, após um empate em 1 a 1, no Equador na última quinta. Como o duelo de ida terminou 2 a 2, o time equatoriano levou a melhor por ter feito mais gols fora de casa.

No comunicado divulgado, o Tricolor das Laranjeiras confirmou que a decisão pela mudança foi tomada nessa sexta e que ainda não há um substituto.

“O Fluminense FC informa que a diretoria desligou o técnico Roger Machado, na noite de sexta-feira (20/08). A diretoria está reunida e comunicará o novo comando técnico ao longo deste sábado”, disse a nota publicada nas redes sociais do clube. 

Ainda sem um novo treinador, a tendência é a de que o Fluminense seja dirigido pelo auxiliar-técnico Marcão - que já esteve à frente do time em outras situações – no confronto com o Atlético, nesta segunda (23), às 20h, em São Januário, pela 17ª rodada do Brasileirão.

Reencontro

Galo e Flu, inclusive, vão se reencontrar três dias depois, às 21h30, dessa vez no Estádio Nilton Santos, no duelo de ida das quartas de final da Copa do Brasil.

Contratado no início da temporada, Roger, que dirigiu o Alvinegro em 2017, deixa o Flu após 42 jogos, em que obteve 19 vitórias, dez empates e 13 derrotas.

Além da vaga nas quartas da Copa do Brasil, o ex-lateral deixou o Tricolor na 15ª posição do Brasileiro, com 17 pontos, apenas dois a mais do que Sport e América, primeiros times dentro da zona de rebaixamento neste momento.