Cruzeiro e Guarani protagonizaram um remake da última Série B do Campeonato Brasileiro. Assim como aconteceu em 2020, os dois times empataram em 3 a 3, novamente no Mineirão, nesta quarta-feira (30), desta vez pela oitava rodada da edição deste ano.

Apesar de um roteiro diferente com relação à ordem dos gols (no então último duelo, o Bugre esteve à frente três vezes, com os celestes sempre buscando a igualdade), o desfecho teve um final semelhante, o clímax de um novo drama vivido pela Raposa, que segue sem encantar e embalar e continua longe do G-4.

Em 14° lugar, o Cruzeiro soma oito pontos, cinco atrás do Brusque, clube que fecha o grupo dos quatro primeiros colocados e que se classificam à elite nacional.

O jogo

A bola parada foi a tônica do primeiro tempo. Dos cinco gols nos 45 minutos iniciais, quatro se deram por meio de escanteio.

O Guarani abriu o placar com Bruno Sávio, aos 5 minutos, após cobrança de Régis. A Raposa chegou à virada com Thales (contra), aos 19, e Léo Santos, um dos estreantes da noite (o outro debutante foi Norberto), aos 22. Em ambas as situações, coube a Marcinho bater os tiros de canto.

O Bugre alcançou o empate aos 30, novamente com Bruno Sávio, desta vez em chute de fora da área e contando com um desvio da defensiva celeste. Só que aos 44, o escanteio voltou a ser uma arma letal para o Cruzeiro: Matheus Barbosa aproveitou o levantamento de bola de Sóbis para recolocar o time mineiro em vantagem.

Na segunda etapa, o Guarani buscou a igualdade e, de tanto insistir, anotou o terceiro gol com Régis, aos 23. E ficou nisso. Um remake do duelo do Mineirão de 2020 e um novo capítulo do drama vivido pelos celestes. 
 
A FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 3
Fábio; Norberto, Léo Santos, Paulo e Matheus Pereira (Airton); Adriano (Thiago), Matheus Barbosa (Giovanni) e Marcinho (Rômulo); Bruno José, Felipe Augusto (Lucas Ventura) e Sóbis. Técnico: Mozart

GUARANI 3 
Gabriel Mesquita; Diogo Mateus, Thales, Ronaldo Alves e Bidu; Bruno Silva, Rodrigo Andrade (Índio) e Régis (Lucão do Break); Bruno Sávio (Pablo), Davó (Andrigo) e Júlio César (Allanzinho). Técnico: Daniel Paulista

DATA: 30 de junho de 2021 (quarta-feira)
LOCAL: Mineirão
CIDADE: Belo Horizonte
MOTIVO: 8ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
ARBITRAGEM: Rafael Martins de Sá, auxiliado por Daniel do Espirito Santo Parro e Thiago Rosa de Oliveira, todos do Rio de Janeiro
CARTÕES AMARELOS: Rodrigo Andrade, Andrigo, Thales, Bidu (Guarani)
GOLS: Bruno Sávio aos 5 e aos 30 minutos, Thales (contra) aos 19, Léo Santos aos 22 e Matheus Barbosa aos 44 do primeiro tempo; Régis aos 23 do segundo tempo

Cruzeiro