Atlético

Foram três pontos desperdiçados contra o Fortaleza na estreia do Brasileirão e outros dois diante da Chapecoense na última rodada, duas equipes que não pertencem à lista de favoritos da competição e que possuem folhas salariais e investimentos bem abaixo dos do Atlético. Após esses resultados se originaram lamentações por parte de jogadores e do técnico Cuca e críticas oriundas da Massa.

Pesa também o fato de a derrota para o Tricolor de Aço (2 a 1) e o empate (1 a 1) com o Índio Condá terem ocorrido no Mineirão. Aliado ao triunfo sobre o São Paulo (1 a 0), este é apenas o 11° melhor início de campanha do Galo, em termos de aproveitamento como mandante, na Era dos Pontos Corridos da Série A do Nacional.

Considerando as três primeiras partidas do time mineiro na condição de anfitrião em uma edição do campeonato, a combinação “uma vitória, um empate e um revés” deste ano ocorreu com o Atlético em outras cinco ocasiões com fórmula de disputa: 2003, 2011, 2014, 2016 e 2017. O que significa 44,4% de desempenho.

Os melhores aproveitamentos do Galo em seus três jogos iniciais como mandante se deram em 2018 e 2020, quando atingiu 100% (três vitórias). Em seguida, aparecem as edições de 2007, 2008, 2009, 2012 e 2013, nas quais a equipe alvinegra obteve 77,7% (duas vitórias e um empate).

Em 2010, 2015 e 2019, o time alcançou 66,6% em sua trinca inicial dentro de casa (dois triunfos e um revés). 

O pior desempenho se deu em 2004, na única vez em que não conseguiu uma vitória sequer nesse período em questão. Com dois empates e uma derrota, o aproveitamento foi de 22,2%.

Cabeça erguida

Após o empate com a Chapecoense, nessa segunda-feira, Cuca lamentou o resultado negativo no Mineirão, já que sua equipe somou apenas um dos três pontos em disputa. E ressaltou que é preciso aprender com os erros para que pontos assim não sejam desperdiçados novamente dentro de casa.

“São pontos preciosos que perdemos, assim como perdemos três para o Fortaleza. Temos que encontrar forças no elenco que temos, e não são poucas, para buscar as vitórias”, comentou.

Confira o aproveitamento do Galo nos três primeiros jogos em casa na Era dos Pontos Corridos

2021: 44,4%
1 vitória, 1 empate e 1 derrota

2020: 100%
3 vitórias

2019: 66,6%
2 vitórias e 1 derrota

2018: 100%
3 vitórias

2017: 44,4%
1 vitória, 1 empate e 1 derrota

2016: 44,4%
1 vitória, 1 empate e 1 derrota

2015: 66,6%
2 vitórias e 1 derrota

2014: 44,4%
1 vitória, 1 empate e 1 derrota

2013: 77,7%
2 vitórias e 1 empate

2012: 77,7%
2 vitórias e 1 empate

2011: 44,4%
1 vitória, 1 empate e 1 derrota

2010: 66,6%
2 vitórias e 1 derrota

2009: 77,7%
2 vitórias e 1 empate

2008: 77,7%
2 vitórias e 1 empate

2007: 77,7%
2 vitórias e 1 empate

2005: 33,3%
1 vitória e 2 derrotas

2004: 22,2%
2 empates e 1 derrota

2003: 44,4%
1 vitória, 1 empate e 1 derrota