A palavra “evolução” é amplamente utilizada por Felipe Conceição em suas entrevistas coletivas. Após o triunfo por 1 a 0 sobre a Juazeirense, nessa quinta-feira (3), no Mineirão, não foi diferente. O treinador do Cruzeiro valorizou a vitória na partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil e aprovou o ataque formado por Sóbis, Bissoli, Airton e Bruno José.

“A gente busca sempre evolução e o melhor, tendo noção do trabalho que temos no clube, a noção do que podemos evoluir, sem perder o padrão que já construímos. Estamos nesse processo e vamos ficar assim um bom tempo. Filosofia nova, trabalho novo. Apesar de que no Brasil tem o imediatismo, e as coisas são muito aceleradas”, disse.

Ele aproveitou a deixa para fazer um paralelo com o duelo passado na temporada, a derrota para o Confiança, por 3 a 1, pela Série B, citando que mesmo naquele revés, em que os celestes atuaram grande parte do confronto com dois jogadores a menos, houve pontos positivos.

“Contra o Confiança, um jogo atípico, em que mostramos força no segundo tempo, e isso agrega ao nosso trabalho. Hoje (quinta-feira) foi difícil, como esperávamos, diante de um adversário que eliminou Volta Redonda e Sport. Isso já demonstra a força do oponente. A gente criou chances, controlou a partida e conseguiu a vitória", comentou,

Falando especificamente da dupla Bissoli e Sóbis, também teceu elogios e acredita que tal formação possa vir a ser utilizada novamente. 

“O Bissoli e o Sóbis, juntos, jogaram bem; construímos chances perigosas. Sendo a primeira vez que iniciaram juntos, e a equipe pela primeira com esse tipo de variação, que eu já tinha feito em momentos específicos, fiquei satisfeito. A gente vai evoluindo, e isso nos deixa cada vez mais fortes, não tenho dúvida”, afirmou.