Tudo igual no primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro. Jogando no Independência, América e Atlético empataram por 0 a 0, na tarde deste domingo (16).

O resultado foi melhor para o Galo, que ficou com um jogador a menos aos 29 minutos do segundo tempo, após a expulsão de Allan, e conseguiu segurar a pressão do Coelho.

Um novo empate no jogo de volta, marcado para o próximo sábado (22), às 16h30, no Mineirão, dá o título ao Alvinegro, dono da melhor campanha da primeira fase do torneio.

Para os comandados de Lisca, basta uma vitória simples para levantar o troféu.

O jogo

Em meio à uma maratona de jogos, o técnico Cuca optou em mandar a campo uma formação diferente da que vinha atuando nos últimos jogos.

Titulares no meio de semana, no triunfo sobre o América de Cali, da Colombia, pela Libertadores, o volante Jair e o atacante Keno sequer foram relacionados.

Em relação ao time que iniciou jogando, as novidades ficaram por conta das entradas de Réver e Dodô.

Do lado do Coelho, o técnico Lisca manteve o time que superou o Cruzeiro na semifinal, com Bruno Nazário mantido entre os titulares, e Ademir como opção no banco de reservas.

Em um primeiro tempo truncado, marcado por poucas chances claras para ambas as equipes, o Galo foi ligeiramente melhor. Hulk, dentro da pequena área, teve a melhor chance, mas parou no goleiro Matheus Cavichioli.

Na segunda etapa o Coelho cresceu e se fez mais presente no campo de ataque.

A expulsão de Allan fez com que o comandante americano lançasse o time para frente, renunciando a meio-campistas para colocar atacantes.

Apesar da maior posse de bola e de empurrar o Galo para o campo de defesa, o Alviverde não conseguiu furar a bem armada defesa do Atlético.

A FICHA DO JOGO

AMÉRICA 0

Matheus Cavichioli; Diego Ferreira, Anderson, Eduardo Bauermann e Marlon; Zé Ricardo (Ramon), Juninho (Leandro Carvalho) e Alê; Bruno Nazário (Ademir), Felipe Azevedo (Ribamar) e Rodolfo (Lohan). Técnico: Lisca

ATLÉTICO 0

Everson; Igor Rabello, Réver (Allan) e Junior Alonso; Guga, Tchê Tchê, Nacho Fernández (Hyoran), Dodô (Eduardo Sasha) e Guilherme Arana; Savarino (Diego Tardelli) e Hulk (Alan Franco). Técnico: Cuca

DATA: 16 de maio de 2021

ESTÁDIO: Independência

CIDADE: Belo Horizonte

MOTIVO: Jogo de ida da decisão do Campeonato Mineiro

ARBITRAGEM: Wanderson Alves de Souza, auxiliado por Ricardo Junio de Souza e Frederico Soares Vilarinho

VAR: Emerson de Almeida Ferreira

CARTÕES AMARELOS: Junior Alonso, Guga e Éverson (Atlético)

CARTÃO VERMELHO: Allan (Atlético)