América e Atlético iniciam a decisão do Módulo I do Campeonato Mineiro neste domingo (16), às 16h, no Independência, com os dois treinadores carregando poucas dúvidas para o confronto. O que difere as situações do americano Lisca e do atleticano Cuca é o desgaste físico dos seus respectivos times.

Enquanto o Coelho se dedica apenas à decisão do Estadual nas suas duas semanas, o Galo vive uma maratona, fruto da sua participação paralela no Grupo H da Copa Libertadores.

Atlético América 2021 Zé Ricardo Savarino

O volante Zé Ricardo é presença certa no time de Lisca, assim como o atacante Savarino na equipe do técnico Cuca

Com a semana de trabalho cheia, Lisca tem apenas uma dúvida. E ela afeta diretamente a maneira de jogar da sua equipe, pois é entre o meia Bruno Nazário e o atacante Ademir, que foi reserva nas duas partidas semifinais contra o Cruzeiro e entrou bem nos dois confrontos.

Maratona

Se o América teve a semana de trabalho, o Atlético encarou uma viagem a Barranquilla, na Colômbia, onde venceu o América de Cáli por 3 a 1, na última quinta-feira (13), garantindo presença nas oitavas de final da Copa Libertadores com duas rodadas de antecedência.

O desgaste do jogo e da viagem, pois a delegação alvinegra só chegou a Belo Horizonte na noite da última sexta-feira (14), fazem com que Cuca dependa da questão física para escalar o seu time.

Uma mudança praticamente certa em relação ao time que venceu na Colômbia é a saída de Jair para a entrada de Allan. O primeiro passou a maior parte da temporada 2021 até agora se recuperando de uma lesão muscular e deve ser poupado.

Nas outras posições, a tendência é pela manutenção do mesmo time que venceu o América de Cáli, mas isso dependerá do resultado de exames que foram feitos nos atletas no último sábado (15), na Cidade do Galo.

Até porque, na próxima quarta-feira (19), o Atlético praticamente decide o primeiro lugar do Grupo H diante do Cerro Porteño, do Paraguai, em partida que será disputada às 21h, no Estádio La olla, em Assunção.

Neste confronto, o Galo garante o primeiro lugar vencendo, mas com um empate também praticamente assegura a posição, pois tem três pontos e oito gols a mais de saldo (7 a -1) que os paraguaios.

Este será o cenário da decisão do Campeonato Mineiro: um Atlético superior tecnicamente, mas desgastado, diante de um América que terá semanas cheias de treinamentos e descanso para tentar derrubar o favoritismo alvinegro.

A FICHA DO JOGO

AMÉRICA
Matheus Cavichioli; Diego Ferreira, Anderson, Eduardo Bauermann e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho e Alê; Bruno Nazário (Ademir), Felipe Azevedo e Rodolfo. Técnico: Lisca

ATLÉTICO
Everson; Guga, Igor Rabello, Junior Alonso e Guilherme Arana; Jair (Allan), Tchê Tchê e Nacho Fernández; Savarino, Keno e Hulk. Técnico: Cuca

DATA: 16 de maio de 2021
HORÁRIO: 16h
ESTÁDIO: Independência
CIDADE: Belo Horizonte
MOTIVO: Jogo de ida da decisão do Campeonato Mineiro
ARBITRAGEM: Wanderson Alves de Souza, auxiliado por Ricardo Junio de Souza e Frederico Soares Vilarinho
VAR: Emerson de Almeida Ferreira
TRANSMISSÃO: Globo e Premiere