Um clima amistoso marcou a entrevista coletiva com os treinadores e capitães de América e Atlético, na véspera do primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro.

Na conferência realizada no Mineirão, no início da tarde deste sábado (15), o comandante do Coelho, conhecido pelo jeito irreverente e pela personalidade forte, mais uma vez foi protagonista de um momento descontraído.

Em determinado momento da conversa, Lisca fez uma brincadeira, pedindo a Cuca e Réver, capitão alvinegro, que deixem a taça do Estadual para o Coelho.

“Foi uma brincadeira que eu fiz, pela intimidade que eu tenho com o Cuca, com o Réver, porque nos últimos anos eu tenho sido muito vice-campeão. Fui vice-campeão gaúcho duas vezes, vice-campeão pernambucano, vice do Cearense. Ganhei a segunda divisão do Rio Grande do Sul, mas nos últimos anos tenho batido muito como vice”.  

“Então, aproveito para fazer um apelo não só ao Cuca, mas também ao Revér, e a todos os meus amigos do Atlético também. Ontem sai na rua e torcedores do Atlético me abordaram muito na rua, dizendo: “Que legal que estão na final com a gente. Até não importamos de perder para vocês, não podíamos era perder para o Cruzeiro”. Vários falaram isso para mim. Então, eles podem ceder esse título, que não vai fazer falta para eles, e eles ganham a Libertadores”.

No mesmo tom descontraído, o técnico do Galo afirmou que aceitaria fazer a troca, caso os concorrentes ao título da principal competição da América do Sul topassem o acordo.

“Se eu pudesse fazer, se chamássemos River Plate, Flamengo, Palmeiras, para participar também. É brincadeira” disse o treinador aos risos”, disse o comandante do Atlético.

Vitorioso

Brincadeiras à parte, Lisca fez questão de elogiar o treinador do rival, afirmando que vê muita ambição dele em levantar mais um troféu.

“O Cuca é um treinador super vitorioso, conquistador de vários campeonatos, em vários locais. Mas eu tenho certeza de que ele tem a mesma fome do primeiro título, vai vir com tudo para buscar um crescimento ainda maior na carreira dele”, disse Lisca.

O jogo de ida da final do Campeonato Mineiro será realizado neste domingo (16), às 16h, no Independência.

A segunda partida está marcada para o próximo sábado (22), às 16h30, no Mineirão.

Por ter a melhor a campanha da fase de classificação do torneio, o Galo tem a vantagem de atuar por dois empates, ou uma vitória e uma derrota pela mesma diferença de gols.