Assim como se deu em 2013, o Atlético obteve matematicamente, já na quarta rodada da fase de grupos, a classificação para as oitavas de final da Copa Libertadores. O feito foi alcançado nessa quinta-feira (13), graças ao triunfo por 3 a 1 sobre o América de Cali, em Barranquilla.

Partida esta que, infelizmente, precisou ser paralisada várias vezes, em função do gás lacrimogênio que policiais soltavam em direção a manifestantes no entorno do estádio Romelio Martínez e que chegava a adentrar o estádio, atingindo jogadores das duas equipes.

Por várias vezes, a partida precisou ser paralisada, a ponto de a arbitragem dar 11 minutos de acréscimo no primeiro tempo. Uma situação preocupante, comentada pelo técnico Cuca, após o duelo.

“Nunca havia passado por isso, de se parar cinco vezes num tempo só. É muita coisa. Quando se ouvia o barulho das bombas estourando, era questão de tempo para que o gás viesse (ao estádio). Parou-se quatro ou cinco vezes (no primeiro tempo). Temos que dar parabéns à arbitragem, que teve coragem de manter a partida até o final”, disse.