A decisão do Módulo I do Campeonato Mineiro de 2012 entre Atlético e América valeu mais que a taça do Estadual. Recém-inaugurada, a Arena Independência, local dos dois confrontos, tinha a “posse” disputada pelos dois clubes.

Erguido no terreno onde ficava o antigo estádio, que era do América, o novo Gigante do Horto passou a ser administrado comercialmente, por dez anos, pela BWA Arenas, que tinha como sócio justamente o Atlético, adversário do Coelho na decisão.

Atlético campeão mineiro 2012O time do Atlético campeão mineiro de 2012 antes da segunda partida decisiva contra o América, quando a taça foi garantida de forma invicta

A polêmica extra-campo invadiu o gramado do Horto e o primeiro jogo foi nervoso, difícil de ser controlado pelo alagoano Francisco Carlos do Nascimento. Quando a impressão era de que o Atlético, que jogava por dois empates ou vitória e derrota pela mesma diferença de gols, aumentaria sua vantagem, Bruno Meneghel, num lance irregular, pois houve impedimento, empatou o confronto.

O equilíbrio entre os dois times ficou restrito ao jogo de ida. A volta foi totalmente dominada pelo Atlético, que teve em Guilherme, até ele sair machucado, no final da primeira etapa, seu maestro. Autor de dois gols, o garoto Bernard começava a colocar seu nome na história atleticana.

O treinador Givanildo Oliveira, comandante do América, perdia a chance de conquistar o Campeonato Mineiro pela primeira vez na carreira.

AS FICHAS DOS JOGOS

1º JOGO
AMÉRICA 1
Neneca; Rodrigo Hefner, Gabriel, Everton e Bryan (Pará); Dudu, Leandro Ferreira, Moisés e Rodriguinho (Romão); Alessandro (Bruno Meneghel) e Fábio Júnior. Técnico: Givanildo Oliveira

ATLÉTICO 1
Giovanni; Réver, Rafael Marques e Lima; Marcos Rocha (Carlos César), Pierre, Serginho, Bernard (Mancini) e Richarlyson (Dudu Cearense); Guilherme e André. Técnico: Cuca

DATA: 6 de maio de 2012
ESTÁDIO: Independência
CIDADE: BELO HORIZONTE
MOTIVO: Jogo de ida da final do Campeonato Mineiro de 2012
GOLS: André, aos 35, e Bruno Meneghel, aos 45 minutos do segundo tempo
ARBITRAGEM: Francisco Carlos do Nascimento (AL), auxiliado por Alessandro Álvaro Rocha de Matos (BA) e Dibert Pedrosa Moisés (RJ)
CARTÕES AMARELOS: Rafael Marques, Giovanni, André, Serginho e Pierre (Atlético); Dudu, Rodriguinho, Gabriel e Bruno Meneghel (América)
RENDA: R$ 595.980,00
PÚBLICO: 14.543 PAGANTES

2º JOGO
ATLÉTICO 3
Giovanni; Marcos Rocha, Rafael Marques, Réver e Richarlyson; Pierre, Serginho (Lima), Bernard e Mancini (Paulo Henrique); Danilinho e Guilherme (Leleu). Técnico: Cuca

AMÉRICA 0
Neneca; Patrick (Caio), Gabriel, Everton e Bryan; Leandro Ferreira, China, Moisés (Adeílson) e Rodriguinho; Alessandro e Fábio Júnior (Bruno). Técnico: Givanildo Oliveira

DATA: 13 de maio de 2012
LOCAL: Independência
MOTIVO: Jogo de volta da final do Campeonato Mineiro de 2012
GOLS: Serginho, aos 32, e Bernard, aos 39 minutos do primeiro tempo; Bernard, aos 31 minutos do segundo tempo
ARBITRAGEM: Leandro Pedro Vuaden (RS), auxiliado por Fabiano da Silva Ramires (ES) e Fabiano Pereira (TO)
CARTÕES AMARELOS: Guilherme, Bernard, Serginho, Mancini (Atlético); Alessandro, Bruno, Bryan (América)
PÚBLICO: 17.112 pagantes
RENDA: R$ 725.605,00