Atlético

Em seu primeiro jogo fora de casa nesta Libertadores, o Atlético, de Nacho, ficou no empate em 1 a 1 com o La Guaira, na Venezuela

Nesta quinta-feira (13), às 21h, o Atlético vai enfrentar dois adversários: o América de Cali e o próprio retrospecto em jogos fora de casa na Libertadores. Sim, tradicionalmente o Galo tem dificuldades na condição de visitante no torneio (confira mais abaixo as campanhas), e essa é uma das preocupações do atual elenco.

A melhor participação do time longe de seus domínios se deu em 1981, mas com um “asterisco”. Naquela competição, o Alvinegro obteve 55,5% de aproveitamento fora (considerando o sistema atual em que um triunfo significa três pontos), fruto de uma vitória e dois empates em três duelos.

A questão é que o Atlético teve ainda um jogo-desempate contra o Flamengo, no Serra Dourada, considerado campo neutro. No polêmico empate em 0 a 0, o árbitro José Roberto Wright expulsou cinco atletas do Galo, decretando o fim do confronto e a eliminação preta e branca.

Excetuando essa situação, o melhor desempenho da equipe mineira em Libertadores foi no ano em que conquistou a taça. Em 2013, alcançou 47,6% de rendimento, graças a três triunfos, um empate e três reveses como “forasteiro”.

A pior participação fora de casa foi em 2000, quando perdeu todas as cinco partidas que disputou.

Atual momento

Na Libertadores deste ano, o Atlético atuou somente uma vez como visitante. E foi logo na estreia, em 21 de abril, no empate em 1 a 1 com o La Guaira, na Venezuela. Além do jogo desta quinta-feira, o Alvinegro terá mais um duelo longe de BH, diante do Cerro Porteño, no próximo dia 19, no La Olla, pela quinta rodada.

Um dos destaques do time, o meia Nacho está ciente da importância de conquistar pontos na casa dos adversários. 

"Sabemos que América precisa ganhar para continuar brigando, mas nós vamos para a partida mostrar o que fizemos na semana de treinos e tentar a classificação. Vai ser muito difícil, muito duro, porém estamos preparados para isso. Temos que melhorar nossa condição de visitante para terminar muito bem a fase de grupos", disse.

Confira as campanhas do Atlético fora de casa na Libertadores

1972
Campanha: 2 empates e 1 derrota
Aproveitamento: 22,2%

1978
Campanha: 2 vitórias, 1 empate e 2 derrotas
Aproveitamento: 46,6%

1981
Campanha: 1 vitória e 2 empates*
Aproveitamento: 55,5%

2000
Campanha: 5 derrotas
Aproveitamento: 0%

2013
Campanha: 3 vitórias, 1 empate e 3 derrotas
Aproveitamento: 47,6%

2014
Campanha: 1 vitória, 2 empates e 1 derrota
Aproveitamento: 41,67%

2015
Campanha: 1 vitória e 3 derrotas
Aproveitamento: 25%

2016
Campanha: 1 vitória, 2 empates e 2 derrotas
Aproveitamento: 33,3%

2017
Campanha: 1 vitória, 1 empate e 2 derrotas
Aproveitamento: 33,3%

2019
Campanha: 2 vitórias, 1 empate e 2 derrotas
Aproveitamento: 46,6%

2021**
Campanha: 1 empate
Aproveitamento: 33,3%

* Sem contar o 0 a 0 com o Flamengo, no Serra Dourada, considerado campo neutro, que culminou na eliminação alvinegra
** Em disputa