A vitória por 2 a 1 sobre o Cruzeiro, no jogo de ida da semifinal do Campeonato Mineiro, no Mineirão, no último domingo (2), deixou o América mais perto da decisão do torneio.

Melhor colocado que o rival na fase de classificação da competição, o Coelho pode perder até por um gol de diferença na segunda partida, neste domingo, às 16h, no Independência, que mesmo assim se garante na final.

Entretanto, apesar da vantagem no confronto, o zagueiro Anderson, titular absoluto do time comandado pelo técnico Lisca, não quer o Alviverde acomodado no embate final com a Raposa.

“A gente sabe que no futebol existem essas vantagens. Mas não vamos sentar nessa vantagem, não vamos jogar para empatar, não vamos nos omitir. Vamos jogar o nosso futebol, tentar ser melhor do que no primeiro jogo, e botar em prática nosso trabalho. Vamos com tudo em busca da final’, disse o defensor.

Mesma postura

Ainda sobre a situação favorável na semifinal, o zagueiro do América afirmou que a equipe não vai mudar a postura no domingo e indicou quais aspectos o Coelho busca apresentar evolução.

“Nossa equipe vai trabalhar do jeito que vem trabalhando. Vamos melhorar, botar em prática nosso trabalho, nossas construções, definições de jogadas, nosso jogo apoiado. Vamos em busca do nosso melhor. Sabemos que no primeiro jogo não fomos tão efetivos, na construção principalmente, mas sabemos que podemos melhorar”.

Por fim, o defensor revelou o aspecto que Lisca mais vem trabalhando com os jogadores nos últimos dias. “Pedindo concentração, foco. Nossa equipe tem que melhorar mais isso. No primeiro jogo a gente deixou um pouco a desejar. Temos total consciência disso”.