O turno do Grupo H da Copa Libertadores, que tem o Atlético na liderança isolada após os 4 a 0 sobre o Cerro Porteño, do Paraguai, na última terça-feira (4), no Mineirão, será encerrado nesta quinta-feira (6) com a partida entre América de Cáli, da Colômbia, e La Guaira, da Venezuela, às 23h (de Brasília), no Estádio Olímpico Universitário, em Caracas.

E o Galo ficará na torcida para que os colombianos não percam, pois desta forma o time de Cuca poderá garantir a classificação às oitavas de final já na próxima semana de forma antecipada.

Atlético Cerro Porteño Libertadores 2021Na goleada de 4 a 0 sobre o Cerro Porteño, na última terça-feira, o Atlético contou com mais uma grande atuação de Hulk, autor de dois gols

Em caso de empate ou vitória colombiana, o Atlético pode deixar Bucaramanga, na Colômbia, classificado na próxima quinta-feira (13), caso vença o América de Cáli pela quarta rodada da chave.

Com uma igualdade nesta quinta-feira, em Caracas, o La Guaira vai a três pontos e o América de Cáli somará o primeiro.

Outro resultado que permite ao Galo a classificação na próxima quinta-feira é a vitória colombiana, com eles indo a três pontos e os venezuelanos permanecendo com dois.

Contas

Nos dois cenários, na próxima quarta-feira (12) o time de Cuca precisará que o Cerro Porteño bata o La Guaira, no Estádio Olímpico Universitário, em Caracas, a partir das 21h (de Brasília).

Se isso acontecer, o Atlético se classifica matematicamente para as oitavas de final da Copa Libertadores batendo o América de Cáli, por qualquer placar, na próxima quinta-feira.

A partida entre os dois clubes não será em Cáli, por causa de limitações impostas pela pandemia na cidade. O América vai mandar o confronto no Estádio Alfonso López, em Bucaramanga, onde os colombianos estrearam no Grupo H perdendo por 2 a 0 para o Cerro Porteño.

Repetição

Em 2013, na Copa Libertadores conquistada pelo Atlético com Cuca no comando, o time se classificou às oitavas de final também na quarta rodada.

O Galo venceu os quatro primeiros jogos, chegando aos 12 pontos no Grupo 3, contra quatro de Arsenal, da Argentina, e São Paulo, e três do The Strongest, da Bolívia, restando apenas seis em disputa.