Atlético

Everson vem mostrando raça, mas tem sofrido com gols de fora da área; volantes e outros atletas não têm colaborado com o goleiro nesse tipo de jogada adversária

Culpa do goleiro? Dos zagueiros? Dos volantes? Ou de todo o setor defensivo do Atlético? O fato é que os chutes oriundos de fora da área vêm sendo uma preocupação para a retaguarda alvinegra nesta temporada. Tendo o titular Everson debaixo das traves, houve um crescimento percentual de gols sofridos pelo time neste tipo de jogada, em relação ao calendário 2020.

Em 36 duelos disputados pelo Galo, o camisa 22 levou 41 tentos. Na temporada 2020, foram 34 bolas na rede, sendo seis em arremates feitos fora da grande área, o que representam 17,6% dos gols que sofreu neste período.

Já considerando os duelos do Mineiro e da Libertadores deste ano, Everson foi vazado sete vezes, três delas com chutes de fora da área, o equivalente a 42,8% dos tentos.

Isso não indica necessariamente que o goleiro foi o culpado em todas as ocasiões nesse tipo de gol, pois se o adversário arriscou arremates de longa distância é porque teve espaço suficiente. Ou seja, atletas de outros setores, sobretudo do meio de campo, deram brechas aos oponentes.

De qualquer modo, finalizações de longe se tornaram uma preocupação aos atleticanos e acabaram sendo uma arma importante dos rivais, algo que com certeza está no radar do Galo.

Confira abaixo os gols sofridos por Everson no Galo em chutes de dentro e de fora da área

2021
Dentro da área: Caldense, Cruzeiro, Boa e La Guaira
Fora da área: Caldense, América e América de Cali
 
2020
Dentro da área: Bragantino (3), Atlético-GO (3), Grêmio, Vasco (4), Fortaleza (2), Bahia (4), Palmeiras (3), Corinthians, Athletico-PR, Internacional (2), São Paulo, Goiás e Sport (2)
Fora da área: Atlético-GO, Fluminense, Athletico-PR, São Paulo (2) e Grêmio