O Cruzeiro encaminhou para apreciação dos conselheiros o balanço financeiro do exercício de 2020. Segundo o clube, houve redução da dívida global, anteriormente divulgada em mais de R$ 1 bilhão, para R$ 897 milhões. O trabalho e a validação dos dados, no entanto, ainda precisam ser finalizados pela empresa Moore Auditores Independentes.

O clube relatou ainda um superávit de R$ 33 milhões durante a gestão de Sérgio Santos Rodrigues, desde junho do ano passado.

“Outro dado importante diz respeito às dívidas de curto prazo. Se no balanço de 2019 elas representavam 77% do valor total, agora o índice é menos da metade: 36,5%”, diz parte da nota divulgada pela Raposa.

O Cruzeiro prometeu dar detalhes na próxima semana, por meio de seus canais oficiais, com “explicações e esclarecimentos dos profissionais que estiveram envolvidos na linha de frente da análise e elaboração do balanço”.

Em 2019, foi divulgado um prejuízo de R$ 394 milhões e déficit acumulado de R$ 803 milhões.

Cruzeiro