Depois de enfrentar uma maratona de seis jogos em 17 dias, o Cruzeiro terá uma semana cheia para recuperar os jogadores e se preparar para um importante duelo no próximo fim de semana.

O próximo confronto da Raposa será no próximo domingo (25), às 16h, com o Patrocinense, no Mineirão, pela 11ª rodada do Campeonato Mineiro, a última da fase de classificação.

Com 17 pontos, na terceira colocação, a equipe celeste busca o triunfo para garantir a vaga na semifinal sem depender de outros resultados.

Com a folga no calendário, a comissão técnica optou em dar uma folga de dois dias aos jogadores, retomando as atividades na próxima quarta, em dois períodos, na Toca da Raposa II.

E o descanso vem em boa hora. Do dia 1º ao dia 18 de abril, o Cruzeiro entrou em campo seis vezes, tendo que fazer três viagens durante o período.

 No período, conseguiu bom desempenho, com quatro vitórias, um empate e uma derrota, sofrida para o Pouso Alegre, por 1 a 0, no último domingo.

Sequência

A maratona celeste começou no dia 1º de abril, no empate em 0 a 0 com o Tombense, no Mineirão.

Três dias depois, a Raposa foi à Varginha e venceu o Boa Esporte por 1 a 0.

Em seguida, em partida em que foi visitante, bateu o Coimbra por 2 a 0, no Indedendência, no dia 7 de abril.

Quatro dias depois, o resultado mais expressivo dessa sequência. Jogando no Mineirão, os azuis venceram o Atlético por 1 a 0.

Embalado pela vitória no clássico, os comandados de Felipe Conceição foram à Natal, venceram o América-RN por 1 a 0, na última quarta, e garantiram vaga na terceira fase da Copa do Brasil.

Por fim, o revés para o Pouso Alegre, no Sul de Minas, que encerrou uma sequência de cinco jogos sem derrota do time estrelado.