A principal novidade da escalação do Atlético para o duelo com o Boa Esporte, neste domingo (18), às 16h, no Campeonato Mineiro, é a presença do meio-campo Dylan Borrero. O colombiano, de 19 anos, não atuava desde 13 de março, quando o Galo venceu o Patrocinense por 3 a 1, no Independência, pela quarta rodada do Estadual.

E mais, Borrero não havia sido relacionado para os últimos quatro compromissos do Alvinegro. Nesse caso, é importante lembrar que o comandante alvinegro tem que administrar o número de estrangeiros que ele relaciona para os jogos.

De acordo com o regulamento do futebol brasileiro, o limite é de cinco para cada partida. Atualmente, além de Dylan, o Atlético conta com mais seis gringos no elenco: o zagueiro Junior Alonso, os meio-campistas Nacho Fernández, Matías Zaracho, Alan Franco, e os atacantes Eduardo Vargas e Savarino.

A formação inicial do Atlético para encarar o Boa é: Everson; Guga, Réver, Igor Rabello e Guilherme Arana; Allan, Tchê Tchê, Dylan Borreto e Nacho Fernández; Keno e Vargas. 

Estreia com Cuca

O confronto com o Boa Esporte vai ser o primeiro em que Dylan Borrero vai atuar sobre o comando de Cuca. Até então, o colombiano havia atuado nos quatro primeiros jogos do Mineiro, quando o Alvinegro foi dirigido pelo auxiliar-técnico Lucas Gonçalves.

Nos duelos em questão, atuou durante os 90 minutos em dois deles, e foi substituído na parte final dos outros. A aparição diante do time boveta também pode ser um indício do aproveitamento de Borrero na estreia do Atlético na Copa Libertadores, na próxima quarta, às 19h, diante do Deportivo La Guaira, da Venezuela, no estádio Olímpíco, em Caracas.