A vitória por 2 a 0 sobre o Coimbra, neste sábado (17), no Independência, pela 10ª rodada do Campeonato Mineiro, encerrou uma sequência de quatros jogos sem vitória do América.

Além dos três pontos, fundamentais na luta por uma vaga nas semifinais da competição, o Coelho apresentou um bom futebol, dominando o adversário durante os 90 minutos.

Após a partida, o técnico Lisca destacou o desempenho do time e a busca por mais eficiência nas finalizações, fator que ele vem cobrando desde a temporada passada, quando o Alviverde deixou escapar pontos preciosos, justamente por não converter as chances de gol criadas.

“A gente jogando bem, primeiro tempo muito superior, duas bolas na trave, bola passando pertinho. E a gente conhece o futebol, o velho ditado que "quem não faz, toma", e às vezes acontece. Estamos trabalhando com isso, de ser mais assertivo. Isso desde o Mineiro do ano passado. Onde a gente detectou que precisávamos nos reinventar ofensivamente, melhorar o índice de aproveitamento”, completou o treinador.

Perto da vaga

O triunfo dentro de casa fez com que o América retomasse provisoriamente a vice-liderança da competição, com 19 pontos, dois a mais do que o Cruzeiro, que joga neste domingo, contra o Pouso Alegre, no Sul de Minas.

Em relação à classificação, a situação dos comandados de Lisca é muito confortável.

Para selar a ida às semifinais já nesta rodada, torce para que a Tombense (4º, com 16 pontos e duas vitórias a menos do que o Alviverde) perca para o Uberlândia, ou que a URT (6ª, com 13 pontos), não triunfe sobre o Patrocinense. Ambos os duelos serão neste domingo.

Com o empate em 0 a 0 com o Athletic, neste sábado, em Poços de Caldas, a Caldense, quinta colocada, agora com 15 pontos, não pode mais alcançar o Coelho na classificação.

O único garantido nas fases finais do Mineiro até o momento é o Atlético, líder do campeonato, com 21 pontos.

Apesar da proximidade da vaga, o comandante americano prega respeito à URT, adversário do América no encerramento da primeira fase, no domingo (25), às 16h, em Patos de Minas.

“Temos uma última rodada contra a URT, pode acontecer resultados, mas não vamos torcer. Temos que fazer por nós mesmos. Não é surpresa chegar páreo na última rodada. O Campeonato Mineiro está em bom nível, com equipes do interior. Vou liberar os jogadores amanhã (segunda), os que mais jogaram só voltam na terça. E os jogadores que estão chegando ao grupo treinam amanhã. Sabemos da dificuldade de enfrentar a URT em Patos de Minas. Então, grande decisão para gente e vamos com tudo para tentar buscar a vaga entre os quatro”, completou Lisca.

Derrotado pelo Coelho neste sábado, o Coimbra, lanterna do torneio, com apenas cinco pontos, é o primeiro time matematicamente rebaixado ao Módulo II.