Por mais que o diretor de futebol do Atlético, Rodrigo Caetano, tenha dito que não há ambiente ruim na Cidade do Galo, muito ainda se fala sobre desentendimentos no vestiário do time após o revés para o Cruzeiro, no último domingo (11), no Mineirão. Nesta quinta-feira (15), foi a vez do zagueiro Gabriel desmentir que tenha acontecido algo ríspido nesse sentido. Mas relatou que houve cobrança entre os jogadores.

“Na minha visão, não aconteceu nada. O clima estava muito ruim, obviamente que ficaria ruim. Perder um clássico gera incômodo. Mas não teve nada demais. Houve nossas conversas e cobranças, como acontece diariamente. O que ocorre de verdade ali é a cobrança de sempre”, ressaltou.

O defensor emendou dizendo que o Atlético “tem um ambiente muito bom”. “O Cuca é nosso paizão, um há relacionamento muito bom. Especulações assim são sempre depois de derrota. Mas a gente as assimila para trabalhar e cada vez mais melhorar”, completou.

E destacou ainda que o elenco alvinegro precisa “assumir a responsabilidade” na briga pelos títulos. “Sabemos a camisa grandiosa que defendemos. Assumimos esse protagonismo. O Atlético vai entrar para ser protagonista e buscar títulos, respeitando os outros adversários”, declarou.

Atlético