Atlético e Boa Esporte fazem neste domingo (18), às 16h, no Mineirão, pela 10ª rodada do Campeonato Mineiro, o 17º jogo do recente confronto entre as equipes. Naturalmente, pela diferença de investimento, história e representatividade, o Galo leva ampla vantagem no retrospecto contra o a equipe boveta.

Nas 16 partidas entre as equipes, foram 12 vitórias do Alvinegro, dois empates e um triunfo do Boa. O alvinegro marcou 43 gols e sofreu sete. Lembrando que, até o início de 2011, o Boa era chamado de Ituiutaba, tendo sede na cidade homônima, no Pontal do Triângulo.

O duelo entre Atlético e Ituiutaba, realizado no período entre 2005 e 2010, teve 100% de aproveitamento do time da capital, que venceu os seis jogos em questão.

Os dados são do portal Galo Digital, braço do Centro Atleticano de Memória.

Goleadas e marca histórica

Das 12 vitórias alvinegras no confronto, sete foram por três ou mais gols de diferença. Destaque para a goleada por 6 a 0, aplicada na primeira fase do Campeonato Mineiro de 2010.

Em 2019, o Atlético venceu o Boa duas vezes por 5 a 0, primeiro pela fase de classificação, e depois no jogo de volta das semifinais. Esse último confronto, disputado nem 7 de abril, no Mineirão, marcou a 400ª partida do goleiro Victor pelo Atlético.

Recentemente aposentado, o agora gerente de futebol do Atlético, encerrou sua trajetória dentro de campo pelo Galo com 424 jogos.

Vitória da salvação

A única vitória do Boa Esporte sobre o Atlético ocorreu em 5 de abril de 2015. E foi um triunfo importantíssimo para o time boveta.

Tal duelo foi válido pela última rodada da fase de classificação do Mineiro. Com oito pontos, a equipe de Varginha precisava do triunfo para se livrar do rebaixamento sem depender de outros resultados.

E conseguiu. Com gols de Gilson e Chapinha, o Boa venceu por 2 a 0, e terminou o Estadual na sétima posição, com apenas três pontos a mais do que Democrata-GV e Mamoré, rebaixados ao Módulo II na ocasião.

Já a última partida entre as equipes foi realizada no dia 1º de março de 2020, pela sétima rodada do Campeonato Mineiro, e terminou empatada em 1 a 1. Wesley, contra, marcou para o Galo, e Romário igualou o marcador.

A partida foi a primeira do Atlético após a demissão do técnico venezuelano Rafael Dudamel. O então auxiliar James Freitas dirigiu o Galo à beira do campo.

Duas rodadas depois, o Alvinegro já seria comandado pelo argentino Jorge Sampaoli.

Leia Mais:
Tardelli terá pelo menos 11 jogos para convencer diretoria a renovar; dirigente não adianta decisão
‘Bomba’ na Covid-19: ídolo do Atlético, ex-jogador Éder Aleixo recebe primeira dose da vacina
Faltam 3 dias: Robinho comanda virada e Atlético carimba faixa do Cruzeiro no Mineirão