Nos bastidores, o Atlético vai preparando sua logística, visando à estreia na Copa Libertadores. No domingo (18), o time terá um desafio contra o Boa Esporte, às 16h, no Mineirão, pela décima rodada do Campeonato Mineiro. E na segunda-feira (19), viaja com destino à Venezuela, onde encara, na quarta (21), às 19h (de Brasília), o La Guaira, no estádio Olímpico de Caracas, pelo grupo H do torneio sul-americano.

Alguns detalhes da programação estão em fase de definição, como destaca o diretor de futebol do clube mineiro, Rodrigo Caetano.

“A logística faz toda a diferença. (...) Óbvio que cada país tem suas especificidades de chegada e saída (por conta da pandemia), e já estamos trabalhando desde o fim do jogo do fim de semana (a derrota para o Cruzeiro), desenvolvendo o que faremos nessa maratona de semana que vem”, destacou o dirigente.

Segundo Caetano, há alguns protocolos a serem seguidos. Além disso, o clube está resolvendo algumas questões com a companhia aérea.

“Cada país tem o seu (protocolo), e vamos cumpri-lo rigorosamente. Ainda falta uma conclusão com a companhia aérea, pois não é qualquer uma que voa para a Venezuela. É uma logística diferente da Colômbia e do Paraguai (referindo-se ao fato de o Atlético também precisar viajar a esses países para encarar América de Cali e Cerro Porteño, nesta Libertadores). O jogo será no horário local de 18h (19h no Brasil), o que modifica toda nossa rotina.”, disse.

“Ainda teremos a questão de voltar logo após a partida ou se dormiremos em Caracas para priorizarmos o sono ideal”, complementou.

E destacou também que a delegação alvinegra vai contar com a presença de “novos integrantes”.

“Vamos nos cercar de todas as garantias e estamos levando nutricionistas. Se tiver que levar chefe de cozinha, levaremos”, afirmou.

Atlético

Atlético, de Cuca, está no grupo H da Libertadores, com Guaira, da Venezuela, Cerro Porteño, do Paraguai, e América de Cali, da Colômbia