Muito se fala do péssimo desempenho do Atlético em sua última participação na Libertadores (o time caiu na fase de grupos em 2019). Mas os adversários do Galo no grupo H da atual edição do torneio também acumulam fracassos em suas respectivas campanhas mais recentes na competição.

Cerro Porteño

Carrasco do Alvinegro em 2019, quando ajudou a eliminar os mineiros na chave E (o Nacional, do Uruguai, também avançou), o Cerro Porteño não teve tanta sorte no ano seguinte.

A equipe paraguaia até começou bem, obtendo classificação para a terceira fase eliminatória de 2020, em cima do Universitário, do Peru. Só que, depois, tomou uma lavada do Barcelona de Guayaquil, do Equador, perdendo por 1 a 0 na ida e 4 a 0 na volta. Com isso, sequer chegou à fase de grupos.

América de Cali

Já o América de Cali entrou direto na chave E de 2020, porém, não conseguiu passar dali. Terminou na lanterna do grupo, com apenas seis pontos. Grêmio e Internacional se classificaram, e Universidad Católica, do Chile, em terceiro, ficou com uma vaga na Sul-Americana.

Deportivo la Guaira

O La Guaira, da Venezuela disputou sua última Libertadores em 2019, assim como o Atlético. Eliminou o Real Garcilaso, do Peru, na primeira fase. No entanto, caiu para o Atlético Nacional, da Colômbia, na segunda.

Atlético