Anunciado nessa terça-feira (6), apresentado nesta sexta (9) e já participando de atividades com o elenco do Atlético, Tchê Tchê vai vivenciar a experiência de treinos táticos, coletivos e os “rachões” na Cidade do Galo. Promessa de alguns “choques” com Hulk. Ou será que não? 

“Não pensei sobre essa divididas (risos). Melhor evitar esse contato (risos)”, brincou o meio-campista, para depois elogiar a força do elenco.

“Tem grandes jogadores além dele (Hulk). Estou atuando com grandes atletas, como foi no Palmeiras e no São Paulo, e agora aqui. O Atlético tem o projeto de ser referência na América Latina, e vamos em busca disso”, complementou.

Atlético

Tchê e Tchê e Hulk são alguns dos reforços do Atlético para a temporada

Clássico

Com o nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID), Tchê Tchê pode fazer sua estreia contra o Cruzeiro, neste domingo (11), às 16h, no Mineirão. “A gente vem para isso. Gostamos de jogos assim, decididos em detalhes. Vim para ajudar, sou mais um. O que eu puder contribuir, será assim no tempo em que eu estiver aqui”, afirmou.

E deixa a decisão de ser escalado para o técnico Cuca. “Eu vinha treinando lá (no São Paulo); fiquei fora de dois treinos para resolver a transação para o Atlético. Me sinto preparado, me sinto bem. Passei dois dias fazendo atividades físicas, treinei com o grupo, estou bem. Estou aqui para trabalhar e, quando for acionado, dar meu melhor”, ressaltou.