O desempenho positivo da defesa do América se ilustra em números. Em seis partidas realizadas na temporada, foram apenas dois gols sofridos. Esses tentos, aliás, se deram no Mineiro e fazem do Coelho o time menos vazado do Estadual, ao lado do Atlético. Algo que não surpreende o zagueiro Eduardo Bauermann.

“É que nem o Lisca fala; nossa defesa começa no ataque. É o conjunto. Nossos atacantes ajudam a marcar, e a gente (da defesa) ajuda também a atacar. Troca de funções muito bacana. Nosso grupo está fechado e correndo junto o jogo inteiro”, afirmou o atleta.

Esse bom desempenho será colocado à prova mais uma vez nesta quinta-feira (1), às 11h, diante do Uberlândia, no Parque do Sabiá, pela sexta rodada do Mineiro, em confronto que marca o retorno do campeonato, paralisado por conta da pandemia.

“Sabemos que nossa volta tem que acontecer de onde paramos. Fizemos um grande jogo num clássico (1 a 0 em cima do Cruzeiro), e a intenção é voltar melhor ainda. As partidas estão ficando cada vez mais difíceis, mas estamos preparados para retornamos ainda melhores”, comentou Bauermann, titular após a saída de Messias, negociado ao Ceará.

Atualmente, ele compõe a zaga americana com Anderson. “A gente tinha atuado junto em alguns jogos do ano passado. Continuo pela esquerda, e o Anderson vem pela direita. A gente vai revezando em alguns duelos. Essa troca de funções está sendo muito bacana, e nossa adaptação, muito tranquila”, ressaltou.

O América é o vice-líder do Estadual, com 12 pontos, três a menos que o Atlético.

América