A paralisação do Campeonato Mineiro foi providencial para o Cruzeiro. Quinto colocado, com apenas sete pontos conquistados em 15 disputados, o time ganha mais tempo para tentar encontrar soluções a alguns de seus problemas, como ressalta o zagueiro Ramon.

"Com essa parada, teremos várias sessões de treinamento para que o trabalho do professor Felipe (Conceição) aconteça da forma como ele quer. A gente tem que pensar pelo lado positivo disso; temos uma sequência para aprimorar ainda mais o que temos aprendido com o professor”, disse o defensor.

Após cinco partidas no Estadual, a Raposa terá mais três confrontos como mandante (incluindo o clássico contra o Atlético) e três como visitante para buscar uma vaga no G-4 e, consequentemente, nas semifinais da competição. Desafio que tem relação (direta ou indireta) com a Série B do Brasileiro, na visão de Ramon.

"Pegamos jogos no início do Mineiro que são um pouco parecidos com o que vamos enfrentar durante a temporada. É pegar esses duelos (de base) para poder corrigir o mais rápido possível. Daqui a pouco começa a competição mais importante do ano, e temos que estar convictos nesta temporada", comentou o zagueiro.

Cruzeiro

Leia Mais:
Em busca de um herói: mística do 'camisa 10' caiu junto com o Cruzeiro para a Série B
Faltam 24 dias: empate faz Atlético levar a melhor no primeiro mata-mata nacional contra o Cruzeiro
Faltam 24 dias: Cruzeiro tem reação histórica em clássico que terminou 3 a 3, e valeu o tri de 1967