A semana do América foi bastante movimentada dentro e fora de campo. Dentro das quatro linhas, o Coelho conquistou seus objetivos, avançando à segunda fase da Copa do Brasil, ao vencer o Treze-PB, na última quinta-feira (18), pela Copa do Brasil, e batendo o Cruzeiro por 1 a 0, neste domingo (21), pelo Mineiro.

Já os bastidores alviverdes seguem quentes. Nos últimos dias, a diretoria do Coelho recebeu propostas pelo zagueiro Messias e pelo atacante Ademir, duas das principais peças do time. No caso do primeiro, Ceará e Bahia são os interessados. Já o Fumacinha é desejado por Athletico-PR e Palmeiras, que já formalizou uma proposta pelo atleta.

Com as tratativas em andamento, ambos ficaram de fora do clássico deste domingo.

No caso de Ademir, há o agravante do caso de indisciplina cometido antes do confronto com o Treze-PB, justamente em razão dessas propostas. Caso entrasse em campo, não poderia mais atuar por outro time na competição. Na ocasião, Messias foi escalado e jogou os 90 minutos.

A atitude do atacante gerou a revolta do presidente do América, Alencar da Silveira Júnior, que classificou como “molecagem” a postura de Ademir, afirmando que irá multá-lo.

Mesmo com a indefinição sobre próximos passos das negociações, o certo é que Ademir – que se desculpou com a torcida pelo ato –gerou um mal-estar no Coelho.

Fala, capitão

Após a vitória no clássico, o volante Juninho, capitão e um dos líderes do atual elenco, comentou sobre os episódios, pregando um discurso conciliatório.

“Quero aproveitar aqui também para oferecer essa vitória a três pessoas. Nessa semana aconteceram algumas situações que não devem acontecer por aqui. Estou aqui há mais tempo e sei. Então, essa vitória vai para o Ademir, para o Alencar e para o Messias. O América é um só, mas o futebol mexe muito com os sentimentos e com a emoção. No calor (do momento), acabamos tomando decisões... Mas o América é um só, aqui dentro não tem divisão. Então, essa vitória, além dos torcedores apaixonados, vai para essas pessoas que citei”, disse o camisa 8 do Alviverde, em entrevista à TV Globo, após a partida.

O volante também fez questão de comentar sobre o bom momento vivido pelo América desde a temporada passada. “O América vem crescendo a passos largos. Estou aqui desde 2016 e estou vendo esse crescimento. É uma vitória muito importante no clássico, desde o ano passado a gente vem crescendo nos jogos grandes, e isso é muito importante”.

Com o triunfo sobre a Raposa, o Alviverde chegou aos 12 pontos e reassumiu a vice-liderança do Campeonato Mineiro.

Leia Mais:
Parada antecipada: América vence Cruzeiro em clássico pobre tecnicamente e com cara de Onda Roxa
Fim do tabu: América vence o Cruzeiro pela primeira vez na 1ª fase do Mineiro na fórmula atual
América bate o Cruzeiro e reassume a vice-liderança do Campeonato Mineiro; rival está fora do G-4