Niginho foi por mais de 15 anos o principal nome do Palestra Itália (Cruzeiro) no clássico, com dois períodos de ausência, pois ele defendeu a Lazio, da Itália, e o Vasco, nos anos 1930.

E foi como jogador vascaíno, emprestado ao Palestra Itália para um amistoso, que ele alcançou seu único hat-trick contra o Atlético. Esses três gols lhe garantem a condição de maior artilheiro do clássico, pois ele balançou a rede atleticana 25 vezes em 50 partidas entre 1931 e 1947, média de 0,50.

Entre 1937 e 1939, o Menino Metralha defendeu o clube de São Januário. Foi inclusive como jogador do Vasco sua convocação para a Copa do Mundo de 1938, na França.

Em fevereiro de 1939, antes do Campeonato da Cidade (Mineiro) da temporada, que começaria apenas em maio, os dois clubes disputaram três amistosos.

No segundo deles, em 5 de fevereiro, no Estádio do Barro Preto, Niginho reforçou o Palestra Itália emprestado pelo V asco.

E foi implacável. Fez os dois primeiros gols palestrinos. Zezé transformou a vitória em goleada e o maior ídolo da história do Palestra Itália fechou a goleada por 4 a 0, alcançando seu único hat-trick nos 50 clássicos que disputou contra o Atlético.

Logo depois ele deixou o Vasco e retornou ao Palestra Itália, onde seguiu construindo sua história no clube e no clássico, como carrasco atleticano, vivendo grande momento na decisão estadual de 1940.

A FICHA DO JOGO

PALESTRA ITÁLIA 4
Geraldo II; Caieira e Canário; Souza, Juca e Caieirinha; Lola, Carlos Alberto, Niginho, Geninho e Zezé. Técnico: Matturio Fabbi

ATLÉTICO 0
Kafunga; Linthon e Quim; cafifa (Aguiar), Alcindo e Alberto; Hélio Tarcia, Sellado (Paulista), Itália, Nicola e Resende. Técnico: Ewando Becker

DATA: 5 de fevereiro de 1939
LOCAL: Estádio do Barro Preto
MOTIVO: Amistoso
GOLS: Niginho (3) e Zezé
ARBITRAGEM: Tristão Braga

Leia Mais:
Cuca parte II: Técnico reestreia pelo Galo com missão de manter 100% do time no Mineiro
Faltam 29 dias: Atleticano Guará se ‘despede’ do clássico com hat-trick
Mesmo com reunião agendada com a FMF, Zema reafirma paralisação do Mineiro a partir de segunda