O Minas Tênis Clube estreou com derrota na segunda janela do Grupo D da Champions League das Américas, equivalente à Libertadores no basquete masculino. Neste domingo (7), os mineiros foram superados pelo Instituto de Córdoba (Argentina) por 84 a 81 na Arena Minas, em Belo Horizonte. Foi a segunda derrota dos brasileiros após três jogos.

minas tênis basquete

O ginásio minastenista é a sede do segundo turno do grupo, que ainda tem o Flamengo. A primeira janela foi realizada no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. A próxima, entre os dias 24 e 26 de março, será disputada no ginásio Ángel Sandrin, na cidade argentina de Córdoba.

Os dois primeiros colocados da chave avançam ao mata-mata, que será disputado em sede que ainda será definida, entre os dias 8 e 13 de abril, em jogo único. O Minas lidera o Grupo D com três pontos, seguido por Instituto (dois) e Flamengo (um). As três equipes ainda dependem só de si para se classificarem.

O equilíbrio predominou no jogo deste domingo do começo ao fim. No primeiro quarto, o Minas apostou nos arremessos de três pontos (11 das 13 tentativas, com aproveitamento próximo de 50%), enquanto o Instituto conseguiu envolver a defesa brasileira e anotar cinco cestas (em sete arremessos) no garrafão, abrindo o segundo período com dois pontos de frente. A melhora nos passes e na definição das jogadas fez com que os mineiros tomassem a frente e fossem para o intervalo com um ponto de vantagem.

No terceiro período, o Minas ficou cerca de cinco minutos sem conseguir pontuar e o Instituto aproveitou, dominando as ações e abrindo 61 a 55 no placar. No último quarto, o cenário se inverteu, com os argentinos anotando somente três pontos nos quatro primeiros minutos e os brasileiros passando a frente a seis minutos do fim. Os times, então, passaram a se alternar na liderança.

Faltando dois minutos para o término, quando a vantagem mineira estavam em cinco pontos, o armador Santiago Scala, cestinha do jogo com 21 pontos, deu início à virada argentina ao acertar uma bola importante de três pontos. No lance final, o armador Luciano Parodi tentou um arremesso de três para igualar a partida e forçar a prorrogação, sem sucesso.

O Minas volta a quadra nesta terça-feira (9), às 17h40 (horário de Brasília), contra o Flamengo. O Instituto, por sua vez, será o adversário rubro-negro nesta segunda-feira (8), no mesmo horário. Vale lembrar que o duelo entre argentinos e flamenguistas pela primeira janela - que seria realizado no último dia 5 de fevereiro - foi adiado após o time de Córdoba registrar um surto de casos do novo coronavírus (covid-19) e ainda não foi remarcado.

Leia Mais:
Matías Zaracho encerra jejum de mais de um ano sem gol de falta no Atlético
Hulk estreia com assistência para Diego Tardelli em noite de brilho dos garotos do líder Atlético
Faltam 40 dias: com goleada e show de Seixas, Cruzeiro carimba faixa do hexa atleticano