A vitória do Cruzeiro por 1 a 0 sobre o Sampaio Corrêa, na noite desta sexta-feira (8), no estádio Castelão, pela 33ª rodada da Série B, marcou a estreia do jovem zagueiro Paulo no time principal da Raposa.

Relacionado em vários jogos do time celeste na competição, o defensor teve a primeira oportunidade de debutar no torneio aos 25 minutos do segundo tempo, ao substituir Cacá, que deixou o gramado aparentemente com desgaste físico.

Aos 18 anos, com 1,88m, o jogador é considerado uma das grandes promessas da base celeste nos últimos anos.

A confiança no futebol do de Paulo fez com que a diretoria da Raposa renovasse o contrato do zagueiro, no início de novembro, até dezembro de 2023.

Alçado ao time principal no início da temporada, o jogador "desceu" para o time sub-20 em maio, junto a mais três companheiros, logo após a demissão do técnico Adilson Batista.

Pouco menos de dois meses depois, já com a Raposa sob o comando de Enderson Moreira, Paulo foi reintegrado ao elenco principal, de onde não saiu mais.

Gratidão

Após o confronto em São Luís, Paulo demonstrou a gratidão pela oportunidade recebida, relembrando sua trajetória até a noite desta sexta. 

"Para mim, estrear no profissional com essa camisa do Cruzeiro é a realização de um sonho. O Cruzeiro é minha casa desde os 13 anos, eu esperava por este momento há muito tempo, sonhava com essa estreia e, graças a Deus, hoje ela veio com essa tão vitória importante. Só tenho que agradecer ao Cruzeiro, a todos que me ajudaram desde a base, e também à minha família, que sempre me apoiou e torce muito por mim. Quero dedicar essa estreia à minha família!, disse o jogador. 

O zagueiro também avaliou como positivo o seu desempenho durante o mais de 25 minutos em que esteve em campo no Castelão. 

"Particularmente, acho que entrei bem, foi em uma situação difícil, com um jogador a menos, fora de casa e muita pressão do adversário, mas acho que consegui cumprir bem o meu papel para ajudar o Cruzeiro, que é o mais importante", completou o defensor.